Festival de Parintins 2024: Artesãos arrecadam mais de R$ 1,7 milhão na 19ª Mostra de Artesanato e Economia Solidária

A ação foi uma grande oportunidade para comercialização dos produtos, além de mostrar a cultura do artesanato amazonense

FOTOS: Jamille Souza/Setemp
Mais de 70 artesãos comercializaram 56.608 peças e arrecadaram um total de R$ 1.742.693,50, na 19ª Mostra de Artesanato e Economia Solidária, realizada pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria Executiva do Trabalho e Empreendedorismo (Setemp), órgão da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), durante o Festival de Parintins 2024.

A mostra instala em uma tenda, localizada na Praça da Catedral, centro de Parintins, contou com estandes para exposições e vendas de peças artesanais. E durante seis dias de evento, os profissionais tiveram a oportunidade de expor seus trabalhos, onde 56. 608 peças foram comercializadas, resultando em uma arrecadação total de R$ 1.742.693,50, beneficiando diretamente todos os artesãos, que estavam presentes na tenda, e batendo o número de vendas do ano de 2023, quando foram contabilizados mais de R$ 960 mil em vendas.

Este ano, a tenda contou somente com artesãos de Parintins e de municípios próximos, foram mais de 70 artesãos e empreendedores solidários, que expuseram e venderam seus produtos durante os dias do 57º Festival de Parintins.

“Foi um pedido do governador Wilson Lima, que todos os profissionais da tenda fossem do município de Parintins, gerando emprego e renda para os munícipes da cidade”, disse o secretário executivo do Trabalho e Empreendedorismo, Paulo Gilson, pontuando a importância da Mostra para a divulgação da cultura local.

De acordo com o artesão Paulo Eduardo Oliveira, que esgotou o estoque de peças, o intuito do evento é estimular a economia neste período.

“Através do nosso Festival de Parintins, buscamos gerar vendas e novas encomendas, na intenção de dar visibilidade ao artesanato, que é exposto aqui na 19ª Mostra de Artesanato e Economia Solidária. Fiquei confiante no resultado e tive todas minhas peças vendidas”, disse.

A iniciativa chegou a reunir uma média de público para mais de 20 mil pessoas, que buscaram por produtos regionais, resultando na geração de emprego e renda para os artesãos e empreendedores do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui