Secretaria de Educação apresenta estratégias adotadas no “Merenda em Casa” para deputados estaduais

Até o momento, 138 mil kits já foram distribuídos na capital

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto apresentou, nesta quinta-feira (26/05), as estratégias adotadas para distribuição dos kits de alimentação escolar na capital e no interior para os deputados estaduais. Até o momento, o programa “Merenda em Casa” do Governo do Amazonas já distribuiu cerca de 138 mil kits somente em Manaus. As entregas foram iniciadas por sistema de delivery há um mês. Para o interior, 81 mil kits estão sendo enviados por meio de rotas fluviais e terrestres.

Desde o último dia 27 de abril, o Governo do Estado iniciou a distribuição dos kits em Manaus. No dia 8 de maio, os kits começaram a ser enviados para os municípios do entorno. Paralelamente, a Secretaria vem trabalhando na montagem de kits e embarque das cargas para os municípios das Calhas do Madeira, Baixo Solimões, Baixo Amazonas, Médio Solimões e Rio Negro. Além disso, estão sendo liberados recursos do Programa de Apoio à Gestão Escolar (Pague) para 29 cidades produzirem seus próprios kits.

Participaram da visita os deputados Therezinha Ruiz (PSDB), Roberto Cidade (PV), João Luiz (PRB), Alessandra Campêlo (MDB) e Felipe Souza (Patriota), acompanhados pelo secretário de Educação e Desporto em exercício, Luis Fabian Barbosa. Durante o encontro, foi observado, também, que todas as normas de higiene e segurança determinadas pelas autoridades de saúde estão sendo seguidas pela equipe da Seduc-AM.

Durante a apresentação aos deputados, o secretário de Estado de Educação em exercício, Luis Fabian Barbosa, destacou a megaoperação montada para viabilizar a entrega inédita em sistema delivery. “Estamos entrando em uma fase de alcançar mais municípios do interior. Já distribuímos 61% dos kits que vão ser entregues aos alunos. Nas próximas semanas, as balsas vão começar a chegar nessas cidades”, disse o secretário, ao explicar como o programa está sendo executado.

Felipe Souza elogiou a iniciativa do Governo do Amazonas, que deverá atender mais de 420 mil estudantes da rede estadual. “Vale lembrar que será um kit por aluno. Ou seja, uma família com cinco ou sete estudantes receberá cinco ou sete cestas do ‘Merenda em Casa’. É um trabalho muito bonito com muitas pessoas envolvidas, são 3 mil colaboradores. A Seduc-AM está de parabéns”, disse o deputado.

Já Alessandra Campêlo destacou os itens alimentícios que compõem o kit – como leite, arroz, feijão e macarrão, dentre outros – e lembrou que, no interior, o benefício será retirado na escola em que o aluno está matriculado.

“Nos municípios mais distantes, as próprias associações de Pais, Mestres e Comunitários (APMC) vão adquirir esses itens, movimentando, assim, a economia local. É um programa inédito, nunca tinha visto nada assim. A iniciativa movimenta 3 mil pessoas, desde a logística até a entrega [dos kits], e move toda uma cadeia produtiva no Amazonas, gerando emprego e renda nesse momento difícil. Mais uma vez, da mesma forma que foi com o ‘Aula em Casa’, a Seduc-AM dando exemplo para todo o Brasil”, acrescentou a deputada.

João Luiz afirmou estar satisfeito com a visita e ressaltou a importância do “Merenda em Casa”, considerado pelo deputado como sendo primordial neste período de isolamento social e enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). “Quero parabenizar o trabalho do Fabian, porque, agora, com os alunos sem aula presencial e sem ir à escola, é muito importante ter esse benefício que leva alimento ao prato desses estudantes”, finalizou o deputado.

Logística – Trabalhando com 200 veículos para entregas em Manaus, 104 postos de apoio, em um mês, mais de 138 mil kits já foram distribuídos em Manaus. Para o interior, estão sendo utilizados meios fluviais e terrestres. Mais de 61% dos kits que serão entregues aos alunos no interior já estão em rota de transporte.

Fotos: Ricardo Machado

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here