Início Esporte Bahia conquista o título baiano de 2019

Bahia conquista o título baiano de 2019

Pela 48ª vez o Bahia conquista o título de campeão baiano. O Esquadrão de Aço também levantou o troféu no ano passado. O time da capital baiana bateu o xará Bahia de Feira por 1 a 0, na tarde deste domingo (21), na Arena Fonte Nova, pelo segundo jogo da final do Campeonato Baiano. No segundo tempo, em cobrança de pênalti marcado com o auxílio do árbitro de vídeo (VAR), Gilberto marcou para o Tricolor. A equipe do técnico Roger Machado venceu o confronto pelo placar agregado de 2 a 1.

Com a faixa de campeão no peito, o Bahia volta ao gramado na próxima quinta-feira (25), às 19h15, para o segundo jogo da quarta fase da Copa do Brasil contra o Londrina, no estádio do Café. O Esquadrão de Aço venceu o primeiro duelo por 4 a 0 e agora pode perder por até três gols de diferença para se classificar. Já o Bahia de Feira vai se preparar para a disputa da Série D do Brasileiro. Integrante do Grupo A6, a estreia do Tremendão será no dia 5 de maio, às 16h, diante do América de Pernambuco, no Ademir Cunha, pela primeira rodada. Além da equipe pernambucana, o time de Feira encara o América-RN e o Serrano-PB na primeira fase da competição.

 

O JOGO

O jogo começou bem disputado com as duas equipes bem postadas sem dar espaço para o adversário criar. Porém, o Tricolor da capital carimbou logo a trave do xará de Feira de Santana aos sete minutos de partida. Arthur Caíke cobrou falta direto no gol e a bola bateu na trave de Jair. Aos 14 minutos, o Bahia de Feira chegou com perigo na grande área dos donos da casa. Van fez bela jogada pela direita, deu um corte em Artur e cruzou na área, mas a bola passou por todo mundo e saiu pela lateral.

 

Arthur Caíke criou outra boa oportunidade para o Bahia. Aos 18 minutos, ele recebeu lançamento do zagueiro Lucas Fonseca e cruzou para a área. Nino chegou um pouco atrasado, chutou e mandou por cima do gol de Jair. Quatro minutos depois, o mesmo camisa 77 do Esquadrão de Aço teve boa chance. Elton avançou pelo lado direito, Gilberto dividiu com Paulo Paraíba e a bola sobrou para Arthur Caíke, que bateu rasteiro, passando perto do gol de Jair. Aos 24 minutos, foi a vez de Elton desperdiçar ótima oportunidade. Após cobrança de escanteio, Moisés ficou com a sobra e levantou na área. Livre de marcação, o volante do Bahia finalizou por cima da meta do Bahia de Feira.

O Tremendão assustou o Tricolor aos 27 minutos. Deon fez belo passe de calcanhar para Jarbas na ponta esquerda que cruzou para a área. Alex Cazumba dominou no peito e chutou forte, mas a bola desviou na marcação.

 

Aos 38 minutos, Jarbas experimentou de longe e Anderson espalmou para escanteio. A resposta do Bahia veio três minutos depois. Nino Paraíba fez bela jogada pela direita e cruzou para trás para Gilberto. O camisa 9 bateu de primeira e isolou.

 

Segundo tempo

As duas equipes retornaram do vestiário sem alterações. E o Bahia por muito pouco não abriu o placar antes do segundo minuto. Na verdade numa chance inacreditavelmente desperdiçada por Arthur Caíke. Após cobrança de lateral de Moisés na área do Bahia de Feira, Ernando desviou para o meio, Cazumba não conseguiu afastar. Gilberto ajeitou para Arthur Caíke, mas o atacante, dentro da pequena área, furou e não conseguiu finalizar.

Pênalti assinalado com auxílio do VAR
Aos três minutos, no cruzamento para a área, Eric Ramires engatilhou o chute, mas foi travado pelo zagueiro Vitor e caiu no chão. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira recorreu ao VAR para analisar uma jogada e assinalou a penalidade máxima aos seis minutos. Gilberto cobrou no canto de Jair e abriu o placar na Fonte Nova. Bahia 1×0 Bahia de Feira

 

Aos 17 minutos, Douglas Augusto deu um carrinho em Bruninho e os dois se estranharam no círculo central. O árbitro amarelou os dois jogadores.

Aos 20, Vitinho cobrou uma falta frontal que desviou no braço de Gilberto. Mais uma vez o árbitro recorreu ao VAR. Após analisar o lance, ele assinalou o pênalti a favor do Bahia de Feira. O mesmo Vitinho fez a cobrança e Anderson fez uma grande defesa. No rebote, Vitor encheu o pé para outra belíssima defesa do goleiro do Bahia. No contra-ataque, Eric Ramires recebeu dentro da área do adversário e chutou para o gol, mas Jair fez boa intervenção. Depois, na cobrança de escanteio de Eric Ramires, Elton subiu mais do que todo mundo, mas Vitor salvou o Tremendão tirando a bola que ia entrando no gol.

 

A pressão do Bahia continuou. Artur se esforçou, impediu a saída de bola e cruzou rasteiro para Gilberto que tocou e Jair fez outra boa defesa aos 27. Dois minutos depois, Gilberto cortou para o meio e soltou a bomba para a defesa de Jair.

 

A resposta do Bahia de Feira veio aos 32. Alex Cazumba cobrou a falta e acertou o travessão. No rebote, o volante Capone mandou por cima da meta de Anderson.

 

O jogo estava lá e cá. Em seguida foi a vez do Bahia perder boa chance. Rogério recebeu na grande área, cortou dois marcadores no mesmo drible, mas não finalizou bem e a bola foi para fora aos 34 minutos.

 

Ebinho por pouco não empatou o jogo. Aos 44, ele ganhou de Ernando na velocidade e chutou na saída de Anderson, mas a bola subiu demais.

 

Aos 48, Artur desperdiçou uma boa chance de matar o jogo. Após cobrança de escanteio de Bruninho, a defesa do Bahia afastou e o camisa 98 pegou a bola e partiu em velocidade para o terreno adversário. Mas ele finalizou para fora.

 

FICHA TÉCNICA
Bahia 1×0 Bahia de Feira
Campeonato Baiano – Final  (2º jogo)

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 21/04/2019 (domingo)
Horário: 16h
Árbitro:  Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Paulo de Tarso Bregalda Gussen e José Carlos Oliveira dos Santos (ambos da BA)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ), com auxílio de Elicarlos Franco de Oliveira (BA)

Cartões amarelos: Douglas Augusto, Xandão, Artur, Gregore (Bahia) / Edimar, Bruninho (Bahia de Feira)

Gol: Gilberto (Bahia)

 

Bahia: Anderson; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca (Xandão) e Moisés; Elton e Douglas Augusto; Artur, Ramires (Gregore) e Arthur Caíke (Rogério); Gilberto. Técnico: Roger Machado.

 

 

Bahia de Feira: Jair; Van, Paulo Paraiba, Vitor e Cazumba; Capone, Edimar (Ebinho), Jarbas e Bruninho; Vitinho (Dionísio) e Deon. Técnico: Quintino Barbosa.

BN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

LEIA TAMBÉM

 5 vítimas da matança em uma residência no Nova Cidade foram velada em uma...

Momentos de dor e desespero tomaram conta, na tarde deste domingo (17), do velório das cinco pessoas mortas na chacina ocorrida na noite deste...

 Impeachment do Ministro que ama soltar bandidos esta pronto para ser encaminhado ao senado

O advogado Modesto Carvalhosa afirmou nesta quinta-feira, 7, que vai ingressar no Senado com pedido de impeachment contra o ministro Gilmar Mendes (conhecido como papai noel dos bandidos), do Supremo Tribunal Federal,...

 Platiny faz homenagem a Projeto de Inclusão Social do TCE e ADEFA

AMAZONAS - Autor da Sessão Especial em homenagem ao Projeto de Inclusão Social de parceria da Associação de Deficientes Físicos do Amazonas (ADEFA) e...

´Cem por cento só confio no meu pai e na minha mãe`, diz Bolsonaro...

O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, é a melhor pessoa para responder sobre a suspeita de que...

¨Confira os detalhes na imagem do apto de pobre do petralha¨- Lula (O Honesto)

BRASIL - Um dos imóveis, um triplex de 215 metros quadrados, pertence à família do ex-presidente Lula. O empreendimento conta com três quartos, cinco banheiros,...
.