O Bragantino está classificado para a terceira fase da Copa do Brasil ao vencer a Aparecidense por 3 a 2, na noite desta quarta-feira, no Mangueirão. A vitória em cima do Aparecidense-GO ainda fez o Tubarão embolsar R$1.450.000,00 por ter avançado na competição nacional. Os gols do Bragantino foram marcados por Lukinha e por Marco Goiano, duas vezes. Os gols do Camaleão foram marcados por Rayro.

Na terceira fase da Copa do Brasil, o Bragantino tem pela frente outro time goiano, o Vila Nova. O Tigre estava só aguardando o adversário da partida desta quarta-feira. A demora foi por conta do imbróglio com a Ponte Preta no STJD por causa do primeiro jogo contra a Aparecidense. O jogo da ida pela terceira fase será na quarta-feira, 17 de abril, em Goiânia (GO). A volta ainda vai ser informada pela CBF.

Mais de 6 mil pagantes prestigiaram o Bragantino

Antes do jogo contra o Vila Nova, o Tubarão tem um compromisso pela disputa do terceiro lugar do Campeonato Paraense. A primeira partida contra o Paysandu será no sábado (13), às 16 horas, na Curuzu.

CONTROLE DO TUBARÃO 

No primeiro tempo, o Tubarão foi melhor. Tinha segurança para marcar e também velocidade para avançar. Em um dos lances, Bruno Limão bateu de primeira da entrada da área. A bola foi para o canto direito, mas o goleiro da Aparecidense faz grande defesa.
A Aparecidense também teve chance de marcar. A jogada começou com Rafael Cruz, que avançou e cruzou. Nonato se esticou e cabeceou. Mas, o goleiro Axel salvou o Bragantino de levar o gol.

A Aparecidense não conseguia criar. Bragantino estava bem melhor e conseguiu o gol aos 37 minutos do primeiro tempo. A jogada começou com Mauro Praia, que avançou pela esquerda e chutou. O goleiro do Camaleão espalmou para o meio da área, Lukinha pegou de primeira e mandou para o gol.

PARTIDA DISPUTADA 

No segundo tempo, o jogo ficou bem agitado. Foram três gols em 20 minutos, com o empate saindo em apenas 1 minuto de partida. A Aparecidense partiu para cima e conseguiu igualar o placar. O paraense Rayro foi o autor do gol. A jogada começou com erro da defesa do Braga ao cortar o lance. A sobra ficou com Rayro, que bateu com força para o gol.

O Bragantino voltou a ficar na frente com pênalti. Em jogada do Bragantino, a bola bateu no braço de Filipe Costa e o árbitro marcou a penalidade máxima para o Tubarão. Marco Goiano foi para a cobrança e fez o segundo para o Bragantino, aos 15 minutos.

Três minutos depois, a Aparecidense voltou a empatar. Novamente o gol foi de Rayro. Ele recebeu na entrada da área e chutou com força, no canto direito, para deixar tudo igual no Mangueirão.

EXPULSÃO

Nos 20 minutos finais, o Aparecidense ficou com menos um. Rafael Cruz foi expulso após cometer falta dura em cima de Mauro Praia. Ele já tinha um amarelo e levou o segundo. Com um menos, a estratégia do Camaleão foi fechar o caminho para o adversário e até que funcionou durante um tempo.

GOL DA CLASSIFICAÇÃO

Aos 41 minutos, o Tubarão conseguiu furar a zaga adversário para marcar o terceiro e classificar. No cruzamento de Bruno Limão, a defesa da Aparecidense errou o corte e a bola sobrou livre para Marco Goiano, que só empurrou para o gol. Ele comemorou tirando a camisa e levou cartão amarelo.

Na reta final da partida, a Aparecidense ainda teve a expulsão de Rayro. O meia fez falta dura em Esquerdinha e levou cartão vermelho.

A classificação foi comemorada pelos jogadores junto dos mais de 6 mil torcedores que compareceram na noite desta quarta-feira no Mangueirão.

FICHA TÉCNICA

Bragantino x Aparecidense-GO
Copa do Brasil – Segunda Fase (Jogo Único)

Local: Mangueirão – Belém (PA)
Árbitro: Adriano Milczvski (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

Cartão Amarelo: Bruno Limão, Marco Goiano; Rafael Cruz, Rayro
Cartão Vermelho: Rafael Cruz, Rayro

Gols: Lukinha (37’/1ºT), Marco Goiano (15’/2ºT, 41’/2ºT); Rayro (1’/2ºT; 18’/2ºT)

Público Pagante: 6.197

Público Total: 6.481

Bragantino: Axel; Bruno Limão, Romário, Gabriel e Esquerdinha; Capanema, Lukinha, e Marco Goiano (Keoma); Paulo de Tárcio, Mauro Praia (Will) e Fidélis (Tony Love)
Técnico: Samuel Cândido

Aparecidense-GO: Wallace; Rafael Cruz, Robson, Filipe e Mário Sérgio; Tiago Ulisses, Wagner Silva e Washington (Rayro); Aleílson (Uederson), Nonato (Alex Henrique) e Moisés
Técnico: Edson Júnior

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here