Clubes aprovam volta da Supercopa da Libertadores, torneio servirá para dois times disputarem o Mundial de Clubes de 2021

Os dez clubes brasileiros que já venceram a Libertadores aprovam com ressalvas a ideia da Conmebol de recriar a Supercopa dos Campeões, torneio que serviria para classificar dois times para o Mundial de Clubes de 2021 – o primeiro no novo formato, com 24 participantes e organizado a cada quatro anos.

A ideia da Conmebol é organizar o campeonato entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021. É justamente aí que está o problema. A CBF se posicionou frontalmente contra o projeto por avaliar que não há espaço no calendário. No futebol brasileiro, o mês de dezembro é reservado para as férias; enquanto janeiro é ocupado com a pré-temporada.

A Supercopa foi disputada entre 1988 e 1997, quando o número de campeões da Libertadores era muito menor. Naquele período, o Brasil tinha Santos, São Paulo, Cruzeiro, Flamengo e Grêmio como representantes. De lá para cá, o grupo aumentou com a entrada de Vasco (1998), Palmeiras (1999), Internacional (2006 e 2010), Corinthians (2012) e Atlético-MG (2013).

 Globo Esporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here