Sepror e Ministério da Cidadania injetam R$ 1,2 milhão e beneficiam agricultores de 39 municípios

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), nesta sexta-feira (05/03), fará o pagamento no valor de R$ 1.264.000,00, para os agricultores familiares cadastrados no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), programa do Governo Federal, por meio do Ministério da Cidadania.

O pagamento será feito via Banco do Brasil, pelo Cartão de Benefício, a 273 produtores de 39 municípios, referentes à aquisição de 526 toneladas de alimentos comprados pelo governo, nos meses de janeiro e fevereiro do corrente ano, beneficiando 122 entidades com doações simultâneas.

As ações do programa não foram interrompidas, mesmo durante a pandemia. Essa continuidade do PAA junto ao agricultor familiar e sua distribuição mensal a centenas de famílias tem enfrentado dificuldades devido ao momento crítico atual. Mesmo assim, essa continuidade traz dois grandes benefícios, destacados pelo coordenador do PAA na Sepror, Tânis Castro.

“Nesse momento crítico, o governo garante renda e continuidade de produção no setor agrícola familiar e executa ação de cidadania com este programa, que é de proporcionar alimentação básica a muitas famílias em todos os municípios do Amazonas, como já vinha fazendo anteriormente, mas que se acentuou e se tornou mais importante nesta época de pandemia”, destacou o coordenador.

Para o Secretário da Sepror, Petrucio Magalhaes Júnior, “o Governo do Amazonas continua comprando dos agricultores familiares, garantindo renda nesse momento de dificuldades, e ao mesmo tempo doando alimentos para pessoas que mais precisam”, afirmou.

Beneficiados – O produtor Jander Souza, da Comunidade Divino Espírito Santo, no município de Manacapuru (distante 68 quilômetros de Manaus), faz parte do programa desde 2014. Para ele, o PAA tem ajudado bastante os produtores da zona rural, pois tem um preço garantido e é vendido por um valor certo.

Ele destaca que “os problemas gerados pela pandemia são enormes, então, se não fosse o PAA, a situação estava ainda mais difícil para o produtor, porque o pagamento que vamos receber hoje, vai nos ajudar a segurar por mais um tempo as despesas, já que não tem dinheiro circulando como antes e o programa vai nos pagar de uma só vez, nunca falhou”, afirmou o produtor.

Já a agricultora indígena de Atalaia do Norte, Tereza Unan Mayuruna, participa do PAA desde de 2001. “Nós agricultores indígenas nos sentimos reconhecidos e valorizados ao sermos beneficiados com esse programa, que traz renda e dignidade para gente”, destacou Mayuruna.

PAA – O Programa de Aquisição de Alimentos tem como objetivo incentivar a produção local com base na agricultura familiar, por meio da aquisição e destinação de alimentos, para atender às necessidades da suplementação alimentar das pessoas que se encontram em risco de vulnerabilidade social e/ou em estado de insegurança alimentar e nutricional, cadastradas nos municípios que se integraram ao PAA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here