Lourenço Braga

Por Lourenço Braga: TEMPORADA DE DELÍRIOS

Organizados em comunidades, os brasileiros costumam viver de temporadas, algumas nacionais, muitas outras regionais e até locais. E na maioria das vezes com festas...

Por Lourenço Braga: INDEPENDÊNCIA

Duzentos anos de independência deste país-continente, que a tantos encanta, a muitos atrai e é às vezes tão maltratado, desrespeitado por alguns que  aqui...

Por Lourenço Braga: COTAS EM UNIVERSIDADES

Assisti, na semana que findou, programa de televisão que tratou a questão da reserva de vagas nas universidades públicas proclamando que tal conquista foi...

Por Lourenço Braga: CANSADO DE VAGAR

O que entregarei ao  leitor nestas linhas fala de muitos anônimos que habitam as ruas das cidades, grandes ou pequenas, perdidos na vida ou...

Por Lourenço Braga: O VELHO SHORT

Há tempo, mais de década, comprei equipamentos para realizar caminhadas que   me recomendara o doutor Marcus Barros, um dos ícones da  medicina  deste canto...

Por Lourenço Braga: DIA DOS PAIS

O milagre da procriação humana exige a participação masculina, indispensavelmente, para que se gere a vida no ventre materno. A Ciência, com todos os...

Por Lourenço Braga: LEMBRANÇAS DO IEA

Na segunda metade do século XIX, preocupava governantes a qualidade da educação no Estado, principalmente aqui na Capital, onde estava a quase totalidade das...

Por Lourenço Braga: REMINISCÊNCIAS

Passar do Ensino Primário, que hoje corresponde ao Fundamental I, para o Curso Ginasial, agora com o nome  de Ensino Fundamental II, exigia aprovação...

Artigo de Lourenço Braga: O PEDINTE

Já escrevi aqui condenando a discriminação, de qualquer natureza, quando tratei, por exemplo, do assassinato praticado em via pública pela polícia americana, com um...

Artigo de Lourenço Braga: FANATISMO

Quando eu era criança, morando ali na Avenida Ayrão, sabia que a disputa que mais empolgava, no futebol, dava-se entre Flamengo e Fluminense, do...

Por Lourenço Braga: “LEMBRANÇAS JUNINAS”

Junho, mês que encerra o primeiro semestre do ano, é, desde há muito, tempo de festa, de congraçamento, de folclore, de pastorinhas, de cirandas...