CCJR da Assembleia Legislativa analisou 539 propostas ao longo de 2020

A relatório anual da Gerência de Apoio às Comissões Técnicas da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) aponta que a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) recebeu 539 proposições ao longo de 2020, tendo emitido 276 pareceres favoráveis e 106 contrários. A CCJR considerada a Comissão Técnica mais importante da Aleam, porque é a primeira a analisar todas as proposituras que tramitam pelo Poder Legislativo. Ela avalia se a proposta está de acordo com a Constituição Federal, com a Constituição Estadual e as demais leis que compõem o sistema jurídico do país.

O presidente da CCJR, deputado Delegado Péricles (PSL) aponta que, por realizar o juízo de admissibilidade das matérias, a CCJR garante que o Parlamento dedique seu tempo a matérias de interesse público, uma vez que elimina propostas que não tenham respaldo legal e, portanto, não passam adiante para as demais comissões técnicas.

Atualmente, a CCJR é composta pelos deputados delegado Péricles (PSL) e Belarmino Lins, como presidente e vice, respectivamente, além dos deputados Serafim Corrêa (PSB); Joana Darc (PL) e Wilker Barreto (Podemos).

Em função da pandemia de Covid-19, que obrigou ao isolamento social, dificultando as reuniões presenciais, a CCJR precisou utilizar as ferramentas virtuais de videoconferência, para realizar seu trabalho.

O deputado delegado Péricles avaliou que o ano de 2020 impôs muitas dificuldades, mas, uma vez que os trabalhos de virtualização, que já tinham sido iniciados em 2019, foram muito importantes para que houvesse agilidade e estrutura para votar os projetos que visavam o combate à pandemia. “Acredito que isso foi feito com bastante sucesso, sendo esse, sem dúvida, um ponto de destaque”, enfatizou.

Diretoria de Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here