Monstro: Homem que podava árvore esquarteja cadela por latidos

Desde a segunda metade de 2020, as penas por maus-tratos contra cães e gatos se tornaram mais rigorosas: a penalidade passou a ser reclusão, de 2 a 5 anos, além de multa e proibição de guarda.  Ainda assim, os casos de crimes contra animais seguem constantes e, muitas vezes, por motivos fúteis.

Foi o caso de um crime bárbaro, cometido na final da tarde desta quarta-feira (20), no final da 30ª rua do bairro Piracanã, em Itaituba, sudoeste do Pará: um homem foi preso por matar e esquartejar uma cadela com golpes de facão após ela latir perto do lugar onde ele estava.

Segundo informações do Giro Portal, o suspeito foi identificado como Marcelo Gaspar Mesquita. Populares que viram as agressões contra a cadela divulgaram as informações em grupos de WhatsApp, e voluntários da ONG O Sol Nasce Para Todos deslocaram até o local. A cadela e os filhotes dela, no entanto, já estavam mortos.

Uma voluntária da ONG acionou a Polícia Militar, que realizou diligências com o intuito de prender o acusado.

Informações coletadas pela ONG são de que o acusado estava podando uma árvore no local do crime, quando a cadeia latiu nas proximidades e ele decidiu matar o animal, usando o mesmo facão com que podava a árvore.

Uma equipe da polícia realizou buscas pelo acusado, mas não obteve êxito. Nesta quinta (21),  Marcelo Gaspar informou a polícia, por meio de sua advogada, que se apresentará na Delegacia de Polícia, por volta de 16h, para prestar depoimento sobre o caso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here