Alessandra debate avanços em reuniões com Cetam e DPE

Em reunião com o diretor-presidente do Centro de Educação Tcnológica do Amazonas (Cetam), José Augusto Melo, na manhã desta quinta-feira (15), a deputada Alessandra Campêlo (MDB) destacou a iniciativa de focar na potencialidade dos municípios para que os cursos oferecidos pelo órgão se transformem, cada vez mais, em oportunidade de emprego e renda.

De acordo com a parlamentar, essa é uma exigência do governador Wilson Lima para fomentar a geração de empregos no interior do Amazonas. Na reunião, também foi discutido a destinação de emendas parlamentares à instituição para, entre outros objetivos, a elaboração e execução de projetos de capacitação de mulheres no interior. Hoje, o Cetam oferece cursos de inclusão digital, técnicos e de qualificação profissional.

“Fiquei feliz em saber que o Cetam vai investir na pás potencialidades dos municípios. É uma iniciativa muito importante, principalmente após a pandemia, onde muitas pessoas perderam o emprego. Capacitá-las e qualificá-las pode abrir muitas portas e oportunidades”, disse.

Alessandra recebeu, ainda, o defensor público geral do Amazonas, Ricardo Paiva, para discutir os avanços da Defensoria Pública do Estado (DPE-AM) e a criação de novos polos no próximo ano. A deputada afirmou, também, que vai indicar uma emenda parlamentar para a destinação de recursos para a criação de uma sede própria da defensoria em Manacapuru, que vai atender tanto o município quanto cidades próximas.

“Nasci em Manaus, mas também sou cidadã manacapuruense, um título que recebi e do qual tenho muito orgulho. Por isso, me esforço diariamente para melhorar a vida das pessoas na nossa Princesinha do Solimões”, afirmou.

*Lei Aldir Blanc*

Na tribuna, Alessandra comemorou a regulamentação da Lei Aldir Blanc, que será assinada nesta sexta-feira (16) pelo governador Wilson Lima. A lei dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural e vai repassar R$ 3 bilhões para Estados e Municípios. O Amazonas vai receber um total de R$ 38.145.611,98.

“Esse auxílio vem num momento importante, onde artistas de Manaus e do interior não conseguem fazer shows ou eventos culturais devido à pandemia e ao distanciamento social. Estou feliz que vamos executar essa lei. É um auxilio que vem do governo federal com a participação decisiva dos nossos deputados federais e senadores, todos favoráveis e participando ativamente da elaboração dessa lei. É um plano emergencial para o meio cultural, um socorro importante”, explicou.

Texto: Assessoria da deputada Alessandra Campêlo – MDB

Fotos: Aleam

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here