Deputado Igor Timor, Podemos, um dos autores do projeto

Os deputados federais Igor Timo (Podemos-MG) e Roberto de Lucena (Podemos-SP) apresentaram nesta sexta-feira, 15, um projeto de lei para reverter os efeitos da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que, ontem, concluiu que a Justiça Eleitoral tem competência para julgar os crimes comuns conexos a crimes eleitorais.

Os três ditadores jurídicos do STF, atualmente a esperança dos corruptos do Brasil

Na prática, a decisão do STF impacta as investigações sobre crimes como corrupção e lavagem de dinheiro, quando relativos à delitos eleitorais, como caixa dois, contrariando o que defende a força-tarefa da Operação Lava Jato. O entendimento dos procuradores é o de que a Justiça Eleitoral conta com estrutura mais enxuta e em tese não teria a mesma expertise para analisar crimes financeiros e desvios públicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here