Às vésperas do início de um dos maiores festivais multiculturais da Amazônia, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, apresentou a megaestrutura montada pela prefeitura para a realização do Passo a Paço 2019, durante coletiva de imprensa nesta terça-feira, 3/9, no Centro Cultural Palácio Rio Branco, Centro Histórico de Manaus.

“O Passo a Paço chega a sua sexta edição e o que começou grande ficou enorme, reunindo culinária, que para mim é a nossa maior expressão, música internacional, nacional e local, além da rica cultura do nosso belíssimo Museu da Cidade de Manaus. O Passo a Paço é uma iniciativa cultural muito expressiva e que já se tornou política pública, integrando o Calendário da Cidade”, destacou o prefeito Arthur Neto, que estava acompanhado da presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro.

Com atrações nacionais e internacional, além de shows inéditos de artistas locais, o Festival Passo a Paço 2019, acontecerá nos dias 5, 6, 7 e 8 de setembro. A programação integra as ações em homenagem aos 350 anos da cidade de Manaus. “Será mais uma homenagem dentro da grande programação dos 350 anos. Sabemos que viver da arte ainda é um desafio e ver uma gestão que valoriza os artistas locais é muito significativo, assim como trazer a população para o centro histórico, para o berço da cidade”, disse a titular da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Conceição Sampaio.

Novo acesso

Uma das principais mudanças nesta edição do evento será quanto à saída dos dois palcos principais. O público que estiver no palco Plataforma Malcher terá que sair, exclusivamente, pela rua Visconde de Mauá e caso deseje seguir para o palco da Banana terá que caminhar pela travessa Vivaldo Lima (rua da TS Club) e entrar, novamente, na área portuária. Caso deseje voltar à praça Dom Pedro II, deverá seguir pela rua Taqueirinha.

Já o público que for ao palco da Banana poderá sair pelo estacionamento do porto (mesmo local de entrada, ao lado da Asya Fashion) e ainda por um novo acesso, passando pela Capitania dos Portos e terminal de cargas, saindo ao lado do mercado Adolpho Lisboa, na Manaus Moderna.

Agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) estarão presentes nas principais vias de acesso ao público para orientar condutores e pedestres.

“Este ano, o evento tem novos acessos para facilitar e dar mais comodidade ao púbico. Teremos também o serviço de pronto atendimento de saúde, participação dos catadores e a nossa Guarda Municipal para resguardar o patrimônio histórico. Haverá uma ampla participação das secretarias municipais e outros órgãos parceiros para, mais uma vez, darmos uma grande festa, a exemplo do que já fizemos em edições passadas e que consolidaram o Festival Passo a Paço como um dos maiores eventos da América Latina”, finalizou o diretor-presidente Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula.

Para o secretário-chefe da Casa Civil, Arthur Bisneto, o Festival Passo a Paço é uma demonstração clara de que é possível aliar cultura, preservação, gastronomia e resgate histórico. “Lembro do primeiro ano do evento, quando as pessoas ainda não tinham a dimensão do que ele iria se tornar. O Passo a Paço é uma grandiosa festa da cultura, que valoriza as diferentes expressões artísticas, resgata a nossa identidade e chama atenção para Manaus e para a Amazônia”, concluiu.

Trânsito

A partir das 22h da quarta-feira, 4/9, o centro histórico da cidade passará por interdições  no entorno do Paço da Liberdade, na praça Dom Pedro II. A rua Governador Vitório estará interditada no trecho entre a rua Padre Ghisland e a Visconde de Mauá. O motorista que seguir pela Luiz Antony em direção ao Paço da Liberdade deverá, obrigatoriamente, dobrar à esquerda na Padre Ghisland (atrás do colégio Dom Bosco), seguindo em direção à avenida Epaminondas.

A partir das 18h, a interdição poderá ser ampliada para rua Luiz Antony com a Alexandre Amorim, após a avaliação de agentes de trânsito sobre a movimentação de participantes e a segurança viária. O trânsito de veículos de passeio será permitido na avenida Epaminondas, a partir da rua Padre Ghislandi até a avenida Sete de Setembro.

Estacionamento

 

A Prefeitura de Manaus alerta que está proibido o estacionamento na Epaminondas. Agentes de trânsito estarão na área para monitorar o trânsito e orientar os motoristas sobre desvios. Os moradores das ruas incluídas no perímetro interditado poderão acessar as residências pelas ruas Frei José dos Inocentes ou Visconde de Mauá.


A recomendação é para que motoristas estacionem nas avenidas Eduardo Ribeiro, Sete de Setembro, Lobo D’Almada, Joaquim Sarmento, Saldanha Marinho e 24 de Maio.

 

Transporte

Durante todo o evento Passo a Paço, as linhas de transporte urbano que atendem o Centro Histórico de Manaus vão operar com frota de sábado e domingo e nos dias 5, 6 e 7/9 e realizarão mais duas viagens, após a meia noite. As linhas alimentadoras dos terminais T3 (Cidade Nova), T4 (Jorge Teixeira) e T5 (São José) terão horário de atendimento estendido, de acordo com a operação das linhas troncais.

As linhas que trafegam na rua Itamaracá, a partir das 14h, farão desvio pela rua da Instalação para acesso ao Terminal Central. O terminal das linhas 302 e 305 será transferido para avenida Floriano Peixoto nas proximidades da Bemol (em frente antigo hotel Amazonas), a partir das 15h, nos dias de realização do evento.

Texto – Alita Falcão / Semcom

Fotos – Alex Pazuello / Semcom

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here