Prefeitura entrega extensão da UBS Nilton Lins para ampliar acesso a atendimentos de Covid-19

No primeiro dia de funcionamento, a extensão da Unidade Básica de Saúde (UBS) Nilton Lins, localizada no bairro Flores, zona Centro-Sul, registrou uma grande demanda de usuários em busca de atendimentos por suspeita de síndromes gripais e Covid-19. A expansão da UBS Nilton Lins faz parte do pacote de medidas implementadas pela Prefeitura de Manaus, para enfrentar o crescente número de novos casos e agravos da doença causada pelo novo coronavírus, na cidade.

Com o aumento no número de casos em Manaus, e considerando que os hospitais estão lotados, o prefeito David Almeida determinou a abertura de mais um ponto para atender os pacientes que se encontram no estágio inicial, ainda nos primeiros dias de sintomas, como forma de tentar evitar que evoluam e venham a precisar de leito hospitalar.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, disse que o novo espaço será fundamental para reforçar o atendimento precoce no combate ao vírus, que já matou mais de 3,7 mil pessoas na capital. “Aqui é um espaço de serviços de Atenção Primária. Alertamos as pessoas que não deixem que os sintomas agravem para procurar atendimento médico. Estamos com 22 pontos para receber essa demanda e garantir a consulta médica, a realização do exame indicado de acordo com o quadro clínico e a medicação prescrita pelo profissional de saúde”, reforçou Shádia.

O funcionário público Erivan Cruz buscou atendimento na expansão da UBS Nilton Lins por estar com sintomas da doença. Ele elogiou a iniciativa do prefeito David Almeida em criar o espaço para receber os pacientes. “Esse vírus vem se multiplicando de forma agressiva, causando tantas mortes e deixando as pessoas doentes. Aqui estão dando todo o suporte que precisamos, estamos tendo um atendimento muito bom. Estão de parabéns os servidores, toda a equipe da saúde, que está fazendo o possível para cuidar das pessoas”, disse Erivan.

A nova estrutura terá horário de atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e aos sábados, domingos e feriados das 8h às 18h, tendo assistência farmacêutica, coleta de RT-PCR (swab nasal – cotonete), teste rápido, três consultórios médicos, dois consultórios de enfermagem e uma sala de acolhimento.

Dentre as medidas para conter o avanço do vírus e o agravamento da doença em pacientes já contaminados, a prefeitura deverá fazer, também, a contratação temporária de mais profissionais de saúde.

Texto – Sandra Monteiro/Semsa

Fotos – Altemar Alcântara/Semcom

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here