O governador do Amazonas, Wilson Lima, reinaugurou, nesta sexta-feira (16/08), o Hospital Regional Doutor Hamilton Cidade, em Manicoré (a 330 km em linha reta de Manaus).

A unidade recebeu investimentos de cerca de R$ 295 mil para melhorias estruturais e adequações nas instalações. Com mais repasses do Fundo de Fomento, Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI) do Estado ao município, o hospital melhorou a qualidade no atendimento e retomou serviços como a mamografia, que não funcionava regularmente há um ano.

“Nós constatamos a reativação de alguns serviços que estavam parados, que é o caso da mamografia, dando essa atenção à mulher. O preventivo também, a mulher que vem fazer o preventivo já sai com o resultado no mesmo dia. Isso é importante, porque no momento em que é detectado algum problema de saúde ela já começa o tratamento precocemente e as chances de cura e de recuperação são muito grandes”, frisou o governador.

Ele destacou a importância da utilização dos recursos do FTI para a melhoria da saúde no interior do Amazonas. “É importante para que a prefeitura possa fazer investimentos que estavam parados e para aliviar também a carga dos municípios. Isso é uma demonstração da preocupação que o Governo do Estado tem com a saúde no interior”, avaliou Wilson Lima.

Foram liberados para Manicoré, em 2019, R$ 1.393.171,52 do FTI. O valor foi dividido em quatro parcelas, das quais duas já foram repassadas ao município.

“Esse investimento é muito importante, porque não é todo município que tem um mamógrafo novo, digital, funcionando como temos. Só é melhorar cada dia mais e mais, como tem sido feito. Não só mamografia, mas o preventivo também, a equipe de cirurgiões que temos hoje, especialistas, que fazem cirurgias aqui no nosso hospital”, afirmou Ana Paula Lima, técnica em radiologia do Hospital Regional Doutor Hamilton Cidade.

Melhorias estruturais – A unidade de saúde recebeu reparos na hidráulica, elétrica, reforma predial e adequações nas instalações, incluindo troca de peças sanitárias, aparelhos de ar condicionado, chuveiros e telhas. “Se tem o material humano e a estrutura não melhorar, não adianta nada. Então com esse investimento melhorou bastante. A gente agradece”, disse o auxiliar administrativo Juciney Rosas.

Desde o início desta gestão o hospital, que possui 60 leitos, atende com cirurgião, anestesista, ginecologista e obstetra 24 horas por dia, e não apenas em plantões, como era feito anteriormente. A quantidade de atendimentos diários chega a 180, entre moradores de Manicoré, Novo Aripuanã, Borba, Nova Olinda e da área rural de Humaitá. São realizadas, de terça a sexta-feira, de três a quatro cirurgias gerais por dia, além de outras duas de ginecológicas.

“Essa reforma foi de suma importância. Nós sofríamos muito com a unidade, principalmente na parte elétrica e na parte hidráulica, alguns banheiros sem funcionamento. A parceria do Estado é fundamental”, disse a secretária de saúde do município, Patrícia Nascimento., ao destacar que, com o reforço de 26 funcionários do Estado efetivos, o hospital tem mantido funcionamento adequado.

Produção local – Wilson Lima também inaugurou, nesta sexta-feira, uma Unidade de Beneficiamento de Polpas de Frutas, da Cooperativa dos Produtores Agropecuários e Extrativistas dos Recursos Naturais no município de Manicoré (Coopema). O objetivo da cooperativa é fortalecer o desenvolvimento da atividade agrícola, extrativista e produtiva na região, além de promover o incremento na renda de 63 famílias de agricultores cooperados.

“Para essa agroindústria nós estamos disponibilizando recursos para a compra, também, de um caminhão que vai ser importante para o escoamento desse produto que vai ser feito aqui. Isso vai ser importante para que essa agroindústria possa comprar do pequeno produtor e movimentar isso aqui”, explicou o governador.

A unidade vai beneficiar, aproximadamente, 300 famílias de extrativistas não cooperados, garantindo a comercialização dos frutos direto das famílias extrativistas, eliminando a necessidade do atravessador.

A capacidade de processamento inicial é de oito toneladas de fruto de açaí por dia, que após processado rende 4,8 toneladas de polpa congelada. A cooperativa dispõe de uma balsa que vai servir para comprar o açaí dos extrativistas das redondezas.

“Para nós isso aí é um tudo. É um começo que nós nunca tivemos, porque você trabalha, trabalha a vida inteira, mas está sempre no mesmo patamar. Mas aí quando você tem incentivo, tem um estímulo maior. A gente vai produzir mais e dar exemplo para outros entrarem na atividade ou melhorarem sua atividade. É importante isso, a modernização dentro da atividade”, disse Walter Perin, produtor rural cooperado, que há 36 anos veio do Rio Grande do Sul para Manicoré.

Implementos – Ainda em Manicoré, Wilson Lima entregou cheques simbólicos destinados à aquisição de implementos agrícolas avaliados em R$ 991.310, 50 para instituições sociais e cooperativas do município, contempladas pelos termos de fomento do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) do Estado.

Entre os equipamentos a serem adquiridos com os recursos estão uma pick-up, dois tratores agrícolas, duas grades aradoras, duas carretas agrícolas, um caminhão traçado, quatro botes de alumínio, um motor marítimo, vinte tanques, materiais para cozinha, laboratório de serigrafia, design, artesanato e outros.

As instituições beneficiadas são a Associação dos Moradores Agroextrativistas da Comunidade Terra Preta e São José do Lago do Atininga (AMASJOTP), Associação de Produtores Familiares Agroextrativistas da Comunidade de Estirão (Aproface), Cooperativa dos Aquicultores Sustentáveis de Manicoré (Coopasman), Cooperativa dos Produtores Agropecuários e Extrativistas dos Recursos Minerais do Município de Manicoré (Coopema), Associação dos Moradores e Agricultores da Comunidade de Urucury, Associação Pestalozzi de Manicoré e Inspetoria Salesiana Missionária do Amazonas.

“Esses equipamentos permanentes vão ajudar a melhor desenvolver os projetos. Gostaria de agradecer ao Governo do Estado pela parceria, pela grande colaboração que é de suma importância para essas pessoas com deficiência, que já são tão excluídas pela sociedade e, com essa parceria, a gente tem a satisfação de incluí-los dentro da sociedade”, afirmou Terezinha Barbosa, presidente da Pestalozzi de Manicoré.

A instituição foi beneficiada com R$ 104 mil para a aquisição de itens como computadores, armário, mesas, fogão, cadeiras, bebedouro, projetor multimídia, caixa de som, microfone, impressora, televisão, liquidificador e refrigerador.

A ação do Governo do Estado visa atuar na melhoria do transporte e escoamento dos produtos agrícolas para gerar renda e qualidade de vida aos produtores e promover o desenvolvimento profissional e social de jovens e adolescentes atendidos pelas associações. A estimativa é que cerca de 760 famílias sejam beneficiadas diretamente e 2.600 pessoas indiretamente, na região.

Antes de embarcar para Manaus, o governador participou da abertura da Copa dos Rios – Etapa do Madeira. A segunda fase da competição conta com a participação de times de Manicoré, Humaitá, Novo Airão e Borba.

Joana D’arc foi alvo de críticas da prefeitura de Tonantins, quando foi acusada de fazer barro no hospital municipal.

https://chumbogrossomanaus.com.br/politica/barraqueira-joana-darc-e-acusada-de-tocar-terror-e-fazer-barraco-ao-visitar-hospital-em-tonantins/

Fotos: Roberto Carlos / Secom

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here