Desde o apito inicial do árbitro, o Flamengo  e o Vasco se jogaram no ataque mesmo com a vantagem de dois gols do jogo de dia da decisão, os comandados de Abel Braga não recuaram e, aproveitando um Vasco as deficiências do Vasco para colocar pressão.

Aos 15 minutos do primeiro tempo, Gabigol recebeu no ataque em posição de impedimento, a arbitragem não assinalou a irregularidade, e uma falta foi marcada. Como lances assim não podem ter influência do árbitro de vídeo, a jogada seguiu, a falta foi cobrada e Willian Arão subiu mais alto para colocar o Flamengo na frente. Festa rubro-negra e reclamação por parte do Vasco na polêmica ocasião.

O Vasco, precisando neste momento do jogo de ao menos três gols para levar a decisão para os pênaltis, passou a correr atrás do prejuízo. Aos 33, Yago Pikachu mandou após sobra e o empate não saiu somente por Renê desviar na hora certa. Lucas Mineiro, no minuto seguinte, Lucas Santos e Danilo Barcelos foram outros que tentaram o gol antes do intervalo na decisão.

Com 45 minutos para buscar o milagre, o Vasco mudou a postura no segundo tempo, apesar de não ter tido muita felicidade. Aos três e oito, Maxi López e Yago Pikachu tentaram, mas a defesa do Flamengo salvou. Aos 14, Gabigol faria o segundo gol do Rubro-Negro, mas com auxílio do árbitro de vídeo, o gol foi anulado devido a impedimento.

A torcida do Flamengo já fazia a festa e aumentou a comemoração aos 37 minutos, quando Vitinho em velocidade recebeu de Diego e estufou as redes do Vasco.

O Vasco acertou o travessão em cobrança de falta com Danilo Barcelos e Werley ainda foi expulso, mas o resultado não mudou. Vitória do Rubro-Negro por 2 a 0, título e campeão do Campeonato Carioca de 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here