Que 10 mil mortos nada o Paysandu quer saber é de vender os kit-covid com cinco máscaras à R$30 para sócio-bicolor e R$35 para não sócios, o lance é arrecadar R$ 120 mil

Após trabalhar em um plano emergencial para passar por esse momento sem jogos devido à pandemia, o Paysandu botou em prática algumas ações para se dá bem nesse período e uma delas são as máscaras oficiais do clube, da marca Lobo. As primeiras 5 mil já foram vendidas e a meta é arrecadar mais de R$100 mil. Já se preocupar em fazer o bem, nada, o lance é  o lucro do covid.

Nesta segunda-feira (11), o Paysandu inicia as entregas aos torcedores que adquiriram os mil kits. O diretor do sócio-bicolor, Erick Almeida, que está à frente da ação, comentou sobre a ajuda da Fiel.

“Alcançamos mil kits (5 mil) máscaras vendidas.  A nossa meta é comercializarmos 10 mil kits. Encomendamos nesse primeiro momento 2 mil kits, a empresa que está fazendo possui um fôlego e vamos iniciar a partir dessa segunda às entregas via delivery feita por uma empresa terceirizada. Pretendemos ter uma receita líquida de R$120 mil, já pagando fornecedores, despesas dos cartões e empresa de entrega”, falou, Ercik.

O clube também disponibilizará a entrega pelo drive thru, nesta segunda (11), no estádio da Curuzu, na Travessa do Chaco, das 14h às 18h. As vendas das máscaras do Paysandu são realizadas somente pelo site. O kit com cinco máscaras custa R$30 para sócio-bicolor e R$35 para não sócios. A taxa de entrega no delivery custa R$8, com entregas em Belém, Icoaraci e Ananindeua.

O clube não fala em nenhum momento de ceder parte dessa renda para ajudar no combate ao covid, o lance é lucrar.

VIVA O COVID

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here