“Sem mimimi”: EUA proíbe atletas trans de competir em esportes femininos

Conhecido como Lei “Salvem os Esportes Femininos”, o projeto teve votação de 31 a 29. | Reprodução

A Câmara dos Deputados do Arizona nos Estados Unidos acabou a palhaçada e aprovou um projeto de lei que, se promulgado, impedirá atletas trans de competir no esporte feminino. Na última terça-feira (3), a Câmara aprovou o Projeto de Lei 2706, também conhecido como Lei “Salvem os Esportes Femininos”, em votação de 31 a 29.

De acordo com os autores, o projeto exige que qualquer esporte existente ou praticado nas e entre escolas seja supervisionado pelas escolas para designar esportes de meninos e meninas com base no sexo biológico.

“Equipes atléticas ou esportes designados para mulheres ou meninas não estarão abertos para estudantes do sexo masculino”, diz o PL 2706 em parte.

“Se contestado, pode-se estabelecer o sexo do aluno apresentando uma declaração médica assinada que indica o seu sexo com base em uma análise da composição genética do aluno”.

A deputada republicana Nancy Barto, que apresentou o projeto, disse que o PL 2706 avançou com justiça, considerando as diferenças biológicas documentadas entre os sexos.

“É por isso que separamos os esportes masculino e feminino. E é por isso que as mulheres têm sido tão bem-sucedidas em alcançar a grandeza no campo e todos os benefícios que a acompanham”, acrescentou Barto.

Autor: Com informações Conexão e Politica

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here