Torneio alemão reinicia com protocolo de segurança

“Já no Brasil só estão aguardando a Globo Lixo não aguentar mais bater no Bolsonaro”

A retomada do campeonato alemão contou com um golaço do brasileiro Matheus Cunha. A obra-prima nasceu na vitória do Hertha Berlim, por 3 a 0, contra o Hoffenheim.

“Feliz demais por voltar a fazer o que eu amo. Por mais que tenha sido um jogo sem torcida, voltar a sentir o frio na barriga, o desejo de jogar, dormir pensando nas jogadas. Estava sentindo muita falta”, disse o jogador de 20 anos, que também faz parte da seleção brasileira olímpica e concorreu na última temporada ao Prêmio Púskas, da Federação Internacional de Futebol (Fifa), ao gol mais bonito do ano. Mais cinco jogos marcaram o reinício da Bundesliga (nome do torneio germânico), após 66 dias de paralisação por causa da pandemia do novo coronavírus.

No clássico da rodada, o Borussia Dortmund goleou, por 4 a 0, o Schalke 04 (Gelsenkirchen), times de cidades que ficam a apenas 30 quilômetros uma da outra. O destaque da partida ficou com o jovem norueguês Haaland, de apenas 19 anos, já cotado como uma das novas estrelas do esporte.

O jogo também registrou a cena mais marcante da rodada, quando os jogadores foram até as arquibancadas vazias e saudaram uma imaginária muralha humana de torcedores. Todos os eventos esportivos deste sábado (16) foram sem a presença do público, que ficou em casa ou em bares, acompanhando os lances pela televisão. Protocolos de segurança e saúde também foram adotados para evitar a contaminação dos envolvidos no espetáculo da bola.

A letalidade da covid-19 em terras alemãs é considerada baixa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), comparada a outras nações europeias como Itália e Espanha. O país registra cerca de 8 mil mortos e 176 mil infectados pela doença, sendo que o primeiro caso surgiu em janeiro na Baviera.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here