Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural divulga resultado de edital para avaliadores de projetos culturais

Foto: Michael Dantas

A Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural (AADC) divulgou a primeira lista de selecionados no edital de credenciamento de avaliadores de projetos/propostas culturais (Edital nº 02/2020), para atividade de análise, emissão de parecer técnico e atribuição de nota para os projetos/propostas dos editais publicados pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas e pela Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural. O documento está disponível no site da AADC (www.agenciacultural.org.br) ou diretamente clicando aqui.

Foram selecionados Anna Carolina Faria Lirio e Morgana Maria Pessôa Soares, do Rio de Janeiro; Bruno Gaudêncio, Mirtthya Guimarães e Pedro Santos, da Paraíba; Cecília Pessôa e George Michael, de Pernambuco; Dany DB e Guilherme Fiuza Zenha, de Minas Gerais; Fabiano Lodi, Lucas Gonzaga Rosa, Marta Cesar e Tales Jaloretto, de São Paulo; Felinio Freitas, da Bahia; Giordanna Santos, do Mato Grosso; Grazi Calazans, do Paraná; Mariela Silveira, de Santa Catarina; Tiziane Virgilio, do Rio Grande do Norte; e Ricieri Carlini Zorzal, do Maranhão.

O edital é aberto para pessoas físicas e jurídicas – especificamente microempreendedor individual (MEI) – em todo o território nacional, para exercerem atividade de análise, emissão de parecer técnico e atribuição de nota a projetos culturais.

Segundo o secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz a partir do diálogo com a classe artística, a pasta consegue atender melhor as expectativas dos trabalhadores do segmento no estado.

“Conforme alinhado em reuniões sobre aplicação e operacionalização da Lei Aldir Blanc, ampliamos a abrangência do certame para profissionais de todo o país, para contribuir no processo de avaliação e transparência dos editais que atendem o inciso III da Lei, assim como em outros que poderão ser lançados”, comenta o secretário.

Seleção – O edital prevê que o cadastro dos avaliadores selecionados terá validade de um ano, prorrogável por igual período, a critério da AADC e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas.

O credenciamento será feito por área artístico-cultural, sendo os profissionais selecionados pela experiência comprovada nas áreas e segmentos escolhidos.

Cada avaliador poderá se inscrever em até 5 (cinco) áreas de atuação, entre as 13 (treze) áreas de atuação artísticas, devendo comprovar experiência profissional nas escolhidas e indicar a principal de atuação.

Os valores pagos aos avaliadores terão um teto limite de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais) brutos por edital.

As áreas de atuação artísticas são Artes Visuais; Audiovisual, Cinema, Comunicação, Arte Digital e Novas Mídias; Circo; Dança; Fotografia; Literatura; Música; Teatro; Patrimônio Cultural Material; Patrimônio Cultural Imaterial; Museus e Memória; Moda e Design; e Intersetorialidades das Políticas Públicas de Cultura, Gestão e produção Cultural.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here