Projeto já é resultado da consultoria internacional da Giuliani Security e Safety
O governador Amazonino Mendes deu posse, na tarde dessa quarta-feira (22/8), ao coronel PM Walter Cruz no cargo de secretário extraordinário de governo. Ele irá coordenar a implantação e execução do projeto de segurança pública “GuardiAM 24 horas”, um dos primeiros resultados da consultoria internacional da Giuliani Security e Safety, contratada pelo governo estadual, em abril deste ano, para aprimorar o combate à criminalidade no Amazonas.

“Na verdade, nunca se fez um projeto técnico para combater à criminalidade no estado, que vem crescendo ano a ano. Todos os programas implantados no Amazonas se mostraram inócuos, frágeis. Nenhum deles reduziu criminalidade, ao contrário. É preciso encarar esse problema com técnica e absoluta seriedade do ponto de vista científico. Não se combate mais com achismo”, declarou o governador.

Amazonino defendeu mais eficácia na política de segurança que, segundo ele, não avançou nos últimos anos. “Governei há quase 20 anos, o estado tinha um índice baixíssimo de criminalidade. É bem verdade que lá atrás, quando tínhamos apenas duas delegacias de polícia, nós fizemos delegacias em todo o interior, mais 30 na capital, equipamos a Polícia Militar, mas nada mais se fez em termos de planejamento. Volto ao governo depois de tanto tempo e me deparo com essa situação crítica e assustadora. Qual era o meu papel para resolver a questão? Primeiro estudar, segundo procurar o caminho eficaz, correto e técnico”, afirmou.

O governador destacou algumas conquistas importantes nos dez primeiros meses do novo governo na área de segurança pública, como a entrega de mais de 600 viaturas e mais de seis mil promoções. “Estamos cumprindo com o nosso dever no momento, no presente, e muito bem. Mas o presente hoje conversa com o futuro. Queremos que nossos filhos daqui a cinco, seis anos, vivam na cidade que ousou ter a maior e melhor consultoria do mundo para combater a criminalidade”, destacou Amazonino.

Para o governador, o Amazonas será exemplo no combate à criminalidade no país. “Nós fomos criticados porque pela primeira vez na história se quer tratar um problema tão angustiante de forma técnica e cientifica. É falso dizer que segurança se precisa agora e não no futuro. Um novo momento que está se desenhando para alcançarmos esse momento de paz e tranquilidade social. Temos um objetivo: o Amazonas será um exemplo nacional, sobretudo na segurança”, completou.

*Integração* – O “GuardiAM 24 horas” vai ampliar a interação das forças de segurança: Polícias Civil e Militar, Bombeiros, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. Com isso, as ações se tornarão mais efetiva em relação à investigação criminal, ao combate ao crime e o controle de crise.

O projeto será coordenado por Walter Cruz, que deixa a presidência da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Amazonas (Arsam). “Esse programa tem uma assessoria da consultoria internacional, mas criamos uma equipe multidisciplinar. Vamos trabalhar outras frentes: treinamento, inteligência, tecnologia e compartilhamento de informações. É obvio que vamos fazer com que todos participem. Nesse momento não pode haver zona de conforto, nem vaidade. Todos irão trabalhar, do soldado ao coronel. Todos serão cobrados”, destacou o novo secretário extraordinário.  
Nesta fase inicial, Walter Cruz já realizou quatro reuniões de trabalho e iniciou outra reunião logo após a cerimônia de posse, dessa vez com a presença da equipe da GSS, que está em Manaus.   

Experiência internacional – O projeto é fruto da consultoria da GSS, liderada por Rudolf Giuliani, conhecido internacionalmente pela implantação do programa Tolerância Zero, quando foi prefeito de Nova York e obteve resultado expressivo na redução de crimes.  O Amazonas é o primeiro estado do Brasil a garantia da consultoria internacional da GSS, que também tem cases de sucesso no combate à criminalidade no Canadá, Guatemala, El Salvador, Honduras e Colômbia (especialmente em Medellín).
As medidas a serem adotadas com o “GuardiAM 24 horas” vão ampliar e dar subsídios para maior efetividade nas operações de segurança e demais ações de combate ao crime. O projeto está integrado à série de medidas que o Governo do Amazonas tem adotado desde outubro do ano passado para combater a criminalidade.

Fotos: Aguilar Abecassis

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here