Lutadora de jiu-jítsu comemora recebimento do Auxílio Estadual ao Esporte

Foto: Mauro Neto / Faar

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), deu continuidade às entregas dos cartões do Auxílio Estadual destinado aos profissionais do Esporte, Turismo e Cultura. Com o sorriso estampado no rosto, a lutadora de jiu-jítsu Hanna Dias foi uma das primeiras atletas, paratletas e profissionais de Educação Física a comparecer na Arena da Amazônia, na manhã desta quarta-feira (14/07).

O valor do benefício será pago em três parcelas de R$ 200. A primeira parcela do auxílio é disponibilizada 48 horas após a entrega do cartão. Uma ajuda bem-vinda no momento de pandemia, de acordo com a atleta de 17 anos, que treina em uma das academias mais tradicionais da arte suave, a Gracie Barra. “Uma atitude muito boa, ainda mais nesse momento que estamos vivendo. Vai ajudar muito. Agradeço bastante. É uma esperança. É muito bom ver que o Governo está apoiando e dando ajuda a esses sonhos”, afirmou Dias.

Foto: Mauro Neto / Faar

“Estamos realizando um ato histórico. A entrega dos cartões do Auxílio Estadual ao Esporte é uma iniciativa pioneira no Brasil e a concretização do anúncio feito a alguns meses atrás pelo governador Wilson Lima. Hoje, damos continuidade na entrega desses cartões para atletas e profissionais de educação física. Então, verifique se o seu nome está listado no site da Faar”, disse o diretor-presidente da Fundação, Jorge Oliveira.

As entregas dos cartões do Auxílio Estadual ao Esporte ocorreram nesta terça e quarta-feira, na Arena da Amazônia, localizada na avenida Constantino Nery, para profissionais de Manaus contemplados na primeira fase do programa. A segunda parcela será paga em 5 de agosto, e a terceira e última, no dia 5 de setembro.

Da documentação apresentada à Faar pelas Federações Desportivas e pelo Conselho Regional de Educação Física (CREF8) para concorrer ao benefício, 589 profissionais, entre atletas, paratletas e professores de Educação Física, foram considerados elegíveis para receber o auxílio. O aporte à economia do estado será de R$ 353.400,00.

Com o cartão em mãos, Hanna afirmou que o benefício será fundamental para os atletas superarem as dificuldades ocasionadas pela pandemia. “Muita gente vem desistindo do esporte porque a gente precisa pagar algumas coisas: mensalidade, equipamento, alimentação. Então esse auxílio é como se uma fosse uma luz no fim do túnel”, comemorou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here