Vídeo de profissionais de saúde reclamando não se refere a unidades do Estado

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) esclarece que os profissionais de saúde que aparecem em vídeo que circula em redes sociais, com queixas sobre condições de trabalho, não integram o grupo enviado pelo Ministério da Saúde para atuar na rede estadual.

Atualmente, 111 profissionais de saúde do programa ‘Brasil Conta Comigo’ já estão atuando em unidades da Susam.

Outros 48 profissionais de saúde também vão ser incorporados à rede estadual, conforme informou o Ministério da Saúde nesta quinta-feira (28/05). Esses 48 profissionais haviam sido contratados pelo pelo programa para atuar no Hospital Gilberto Novaes, a unidade de campanha da Prefeitura de Manaus, mas não chegaram a ser absorvidos.

Dos 111 profissionais do programa que já atuam na rede estadual, 53 foram enviados ao Hospital de Combate ao Covid-19, referência no tratamento da doença e, os demais, ao Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto e Maternidade Ana Braga. Até o momento, esses profissionais não apresentaram reclamações ou descontentamento quanto ao suporte oferecido pela Susam e logística de trabalho estabelecida pela secretaria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here