Durante o encontro, o governador reafirmou o compromisso com o desenvolvimento do desporto na capital e no interior.

O governador do Amazonas, Wilson Lima, recebeu, na tarde desta segunda-feira (09/09), na sede do Governo, na Compensa II, zona oeste da capital, os paratletas Mikaela Costa de Almeida e Lucas dos Santos, ambos de 17 anos, que conquistaram medalhas de ouro no Badminton e de bronze no Levantamento de Peso, respectivamente, em agosto, no Parapan-Americano 2019, em Lima, no Peru.

Wilson Lima aproveitou para agradecer a atuação da delegação amazonense. “Nós ficamos muito honrados em ter pessoas como vocês que estão representando o Estado do Amazonas e estão levando a um patamar ainda mais alto, e muito obrigado por virem aqui. Eu fico muito feliz em cumprimentá-los, ter esse contato com vocês”, disse o governador ao destacar que determinou à Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) que faça um levantamento de todas as necessidades dos paratletas nas mais diferentes modalidades.

Wilson Lima conversou ainda com um grupo de 25 pessoas, formado por treinadores, familiares e paratletas do basquete, vôlei e outras modalidades. Entre eles, estavam o secretário de Juventude, Esporte e Lazer, Caio André Oliveira, e o presidente da Associação de Deficientes Físicos do Amazonas (Adefa), Isaac Benayon.

Durante o encontro, Mikaela Almeida agradeceu o apoio do Governo na conquista da medalha de ouro no Badminton. “O apoio do Governo, através da Secretaria de Esporte, ajudou bastante, tanto que influenciou no meu desempenho e no meu rendimento”, disse Mikaela, que é paratleta do Núcleo de Desenvolvimento de Badminton do Centro de Treinamento de Alto Rendimento do Amazonas (Ctara), coordenado pela Sejel. Ela venceu a peruana Laura Puntriano por dois sets a zero, sagrando-se campeã da modalidade na categoria SU5 (incapacidade no braço).

A segunda medalha no Parapan-Americano foi de Lucas Manoel dos Santos, também paratleta do Ctara, que faturou a medalha de bronze ao levantar 123 quilos na categoria adulta até 49kg. Ele teve apoio por meio de uma parceria entre Sejel, Secretaria do Estado de Educação (Seduc) e Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped). “Nós, atletas, sempre queremos estar no topo do pódio ou sairmos com a melhor marca. Eu saí com a medalha, graças a Deus, e a sensação é indescritível”, disse Lucas, ao agradecer o apoio das secretarias, do técnico, da família e dos amigos.

Apesar de praticar o esporte há somente três anos, Lucas tem vários títulos regionais, nacionais e internacionais, sendo seu maior feito o Bicampeonato Mundial. O primeiro foi conquistado em 2018, e o segundo neste ano, no Cazaquistão, onde quebrou o recorde das Américas ao levantar 126 kg no Supino.

No Parapan-Americano 2019, o Amazonas ainda teve a participação de Goutier Rodrigues, do Tênis de Mesa. “Não é à toa que os resultados estão aparecendo. E resultados com paratletas bastante jovens, como o Lucas e a Mikaela, que são atletas ainda em formação. Eles ainda não estão no auge da sua preparação física e nem no auge da idade em que os atletas trazem os grandes resultados e já estão trazendo resultados enormes”, disse o secretário da Sejel, Caio Oliveira.

Compromisso – O governador Wilson Lima aproveitou para reafirmar o compromisso com o desenvolvimento do desporto no Amazonas, destacando que o Governo quer fortalecer o esporte de alto rendimento e cada vez mais profissionalizar os atletas e paratletas amazonenses.

“O nosso Governo tem, na medida do possível, prestado essa ajuda, mas ainda falta muito. E, hoje, o que nós estávamos fazendo aqui, além deles virem mostrar suas medalhas e as conquistas que tiveram, foi discutir alguns pleitos e de que forma o Estado pode caminhar para dar um suporte maior a essas pessoas que têm suas limitações, mas que, ao mesmo tempo, se sentem realizadas porque se identificaram com a atividade esportiva”, afirmou o governador.

Alto Rendimento – O governador Wilson Lima também explicou que a ideia é desenvolver também o esporte no interior do estado, ao mesmo tempo em que se fortalece o atendimento aos atletas e paratletas na capital.

Para fortalecer o esporte de alto rendimento, o Governo do Amazonas já tomou medidas como a reestruturação administrativa do Ctara; a readequação do Plano de Trabalho; e o fortalecimento do Núcleo de Base do Ctara, com a reorganização das modalidades oferecidas na capital e o quantitativo de 1.020 vagas, para crianças e adolescentes, entre cinco e 14 anos.

Além disso, o Governo do Amazonas também assinou o Terceiro Termo Aditivo ao Contrato de Gestão nº 001/2015, que dá continuidade às parcerias com instituições de ensino superior: a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), que vai disponibilizar aos atletas o laboratório para avaliação física; a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Universidade do Norte (Uninorte).

Produtividade – No primeiro semestre de 2019 foram realizados 146 cadastros de novos atletas. Entre os meses de janeiro e agosto, foi registrado um total de 12.576 atendimentos entre paratletas e atletas. Além disso, o total de medalhistas chegou a 188 neste ano.

Em uma comparação dos números de atendimento, houve um aumento de 43,09% nos seis primeiros meses de 2019, em relação aos 12 meses do ano passado. Em 2019, foram atendidos 12.576, enquanto que em todo o ano de 2018 foram 8.737 atendimentos.

FOTOS: DIEGO PERES/SECOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here