O governador Amazonino Mendes vistoriou, na tarde desta sexta-feira (24/08), frentes de obras de recuperação do sistema viário de Manaus e afirmou que está sendo necessário importar asfalto para suprir a demanda do estado. Acompanhado do secretário estadual de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Manaus, Marcos Rotta, o governador elogiou a qualidade do asfalto empregado na ação e destacou que há atualmente 25 frentes de trabalho em bairros das zonas norte, leste, sul, centro-oeste e oeste da capital.

“Estamos importando asfalto de Minas Gerais e Bahia, porque o Amazonas está em obras. Estamos cumprindo com o nosso dever”, declarou o governador, durante vistoria na rua Raimundo Nonato de Castro, antiga estrada da Jonasa, bairro Santo Agostinho, zona oeste. Segundo ele, daqui a uma semana chegam a Manaus 50 caçambas trazendo 1.500 toneladas de asfalto. Outras 1.500 toneladas também já foram adquiridas pelo estado.

“Isso é um momento novo no estado. É para o estado levantar a cabeça, as coisas estão acontecendo”, destacou o governador, que ainda visitou frentes de obras no bairro da Paz, zona centro-oeste, e na avenida Itaúba, bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus.

“Estamos percorrendo 23 frentes de obras na cidade de Manaus de asfaltamento. Aqui na Itaúba a rua vai ser fresada primeiro para, depois, receber o asfalto. É um trabalho sério, muito bom, técnico, correto que está me deixando muito feliz” disse Amazonino ao destacar que o Governo do Amazonas investe em obras de recuperação do sistema viário também no interior. 

Somente em obras de recuperação do sistema viário, o investimento do Governo supera meio bilhão de reais, incluindo intervenções em Manaus e em 53 municípios, cujas obras já estão em andamento, licitadas ou em licitação. Na capital, o investimento é de R$ 146,1 milhões e abrange 55 bairros. Em uma semana, já são 25 frentes de obras na capital, em mais de 30 ruas.

 “Hoje (24/08) o governador está presenciando aqui uma das obras mais importantes da cidade, na antiga estrada da Jonasa, trata-se de uma reivindicação muito antiga da população. Estamos tomando muito cuidado, reforçando a base porque essa via recebe um grande fluxo de caçambas, de veículos pesados e caminhões com containers. É uma determinação do governador e estamos seguindo a risca. É algo que o governador não abre mão: primar sempre pela qualidade, para que a gente possa melhorar a malha viária da cidade de Manaus”, afirmou o secretário Marcos Rotta.

Frentes – Rotta destacou, ainda, que importantes vias de ligação da cidade, como as avenidas J, zona centro-oeste; Nossa Sra. da Conceição, zona leste; Creta, zona norte; rua Magalhães Barata, zona sul, e Estrada da Jonasa estão sendo totalmente revitalizadas. “São vias que há muito tempo, algumas até por décadas, reclamavam por melhorias na infraestrutura. Claro que isso gera uma grande expectativa na cidade. A gente constata isso durante o acompanhamento das obras, o que aumenta, e muito, a nossa responsabilidade. Porque, a partir do momento que as pessoas estão se deparando com obras nos quatro cantos de Manaus, é natural que elas cobrem essas melhorias, benfeitorias e essa infraestrutura em seus bairros também”, comentou o secretário.

Na travessa dos Franceses e na rua 10, no bairro Alvorada, zona centro-oeste, os trabalhos iniciados na sexta-feira (17/08), foram concluídos na tarde da última quarta-feira (22/08). As vias, que foram recapeadas, já estão liberadas para tráfego. “Acredito que há mais de dez anos a travessa dos Franceses não era recapeada, sempre recebia um tipo de serviço que durava pouquíssimo tempo e aí os buracos apareciam novamente, o que acabava com os nossos veículos. Por isso, estamos felizes com esse recapeamento, vimos que foi feito um serviço de qualidade, retiraram todo o asfalto antigo e colocaram um novo, agora sim nossa rua está ótima”, comentou Léia Silva, 40, comerciante.
 A pensionista Ruth Rufino, 67, mora na Rua 10, contou que os buracos da via não prejudicavam apenas os motoristas. “A situação da nossa rua estava tão complicada, que até nós pedestres corríamos riscos de sermos atropelados ao desviarmos dos buracos. Outro dia, antes do asfalto novo, uma vizinha caiu em um buraco e até agora está com o pé machucado. Mas graças a Deus, isso mudou, nossa rua está linda. Percebemos que foi um trabalho rápido, mas de muita qualidade e que com certeza agora vai durar bastante tempo”, afirmou a pensionista.

 “Há muito tempo as pessoas pedem que Manaus receba esse recapeamento asfáltico e o Governo do Amazonas nos deus essa missão. Então, junto com o secretário Marcos Rotta, vamos fazer isso acontecer. São muitas frentes de trabalho. Nos locais onde acontece o recapeamento é realizada a fresagem, que é retirada do asfalto velho para que o novo seja colocado. Em determinados trechos também contemplam-se a drenagem superficial e profunda, e a terraplanagem, além do tapa-buracos. É o Governo trabalhando para melhorar a infraestrutura de Manaus”, pontuou o secretário executivo da SRMM, Elânio Gouvêa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here