Grupo de amigos fica “frente a frente” com onça-pintada no rio Paraguai

Uma pescaria sem peixe, mas que foi recompensada com uma explosão de felicidade. Momento emocionante que jamais esquecerei”. É assim, que o jovem Aniel Francelino, de 19 anos, definiu o momento que vivenciou junto com um grupo de amigos, ao ficar frente a frente com uma onça-pintada, o maior felino das Américas, no final da tarde de quarta-feira, 01 de julho.

O encontro aconteceu quando o grupo retornava de um dia de pescaria. O animal, um dos símbolos do Pantanal, foi flagrado bem próximo a área urbana, quando atravessava o rio Paraguai.

A onça, tão temida na região, foi avistada próximo à ponte de captação de água , um dos principais cartões postais de Corumbá, combinando assim, com a paisagem deslumbrante que o local proporciona ainda mais pelo pôr do sol.

Foto enviada ao Diário Corumbaense

Aniel, junto com os amigos, durante pescaria na quarta-feira“Saímos por volta das 09h45 de barco, para pescar. Resolvemos ir para distrair a cabeça por conta da pandemia,  estávamos só em casa. Passamos o dia todo pela região do Tuiuiú, não conseguimos trazer quase nada de peixe, pois a maioria era fora da medida e a gente devolvia ao rio. Mas ao retornar, por volta das 17h30, já chegando na curva da ponte da captação avistamos a onça. Foi um momento incrível, indescritível e acima de tudo, emocionante”, disse Aniel ao Diário Corumbaense.

Ele ainda revela que no momento só pensou em registrar, mas tomando todos os cuidados. “Meu irmão foi quem filmou. Como estávamos no barco, nos mantivemos distante dela até mesmo para não assustá-la, pois ela estava em seu habitat natural, momento em que todos ficaram encantados. Nunca imaginei ficar tão perto dela”, contou.  

Com informações Diário On Line

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here