Ao menos três pessoas morreram e outras 172 ficaram feridas após a passagem de um tornado por Havana neste domingo 27, confirmou o presidente de CubaMiguel Díaz-Canel.

“Estamos percorrendo os locais afetados pelo fenômeno atmosférico de grande intensidade em Regla (município de Havana). Os danos são severos”, escreveu no Twitter. “Várias brigadas trabalhando no restabelecimento”.

Segundo o portal de notícias oficialista Cubadebate, o tornado deixou várias partes da capital cubana às escuras e provocou muitos danos materiais. “A força dos ventos do tornado pode ser comparada com a de um furacão de categoria 4, ou 5, embora seu impacto esteja mais concentrado”, acrescentou o site.

Ruas do bairro Luyanó, no Município 10 de Octubre, foram deixadas cheias de escombros. Algumas partes de varandas de edifícios cederam, enquanto postes e árvores caídos interrompem as vias.

O Hospital Materno Infantil Filhas da Galícia foi esvaziado por danos em suas instalações. O soar das sirenes na cidade era constante durante a noite, com bombeiros e ambulâncias deslocando-se em trabalhos de resgate.

Outros bairros afetados na capital foram Santos Suárez, Vía Blanca e Chibás. O presidente visitou algumas das zonas afetadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here