Adolescente de 13 anos é decapitado em ritual satânico

A violência contra crianças e adolescentes aumentou ainda mais durante a pandemia de covid-19. “Um cheiro horrível”. Assim descreveram vizinhos ao acionarem a polícia, em um crime que chocou a todos pelo requinte de crueldade. As informações são do Extra.

O corpo de um adolescente de 13 anos foi achado decapitado em uma casa na cidade de Tarascon, perto de Marselha (França). De acordo com a polícia, a vítima foi morta em uma espécie de ritual satânico.

O crime teria ocorrido na última sexta-feira (16), mas o corpo só foi encontrado dois dias depois, após vizinhos ligarem para a polícia, reclamando de “um cheiro terrível”.

Uma faxineira que entrou na casa foi quem encontrou partes do corpo de Romain, incluindo sua cabeça, parcialmente comida, colocada dentro de um saco.

O dono da casa, foi identificado apenas como Arthur A., de 32 anos. O adolescente havia saído do seu lar adotivo, em Marselha, para visitar a sua mãe biológica, que morava na mesma rua que Arthur.

O promotor público de Tarascon, Laurent Gumbau, disse que o corpo de Romain estava tão mutilado que só poderia ser identificado por DNA. Ele afirmou que Arthur A. teve alta de um hospital psiquiátrico no início deste mês. Ele acabou morto a tiros após ter ameaçar com arma os policiais que o cercavam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here