PC-AM orienta como agir preventivamente contra roubos e furtos no período do Festival de Parintins

Momentos de euforia e distração dos brincantes dos bois-bumbás podem torná-los alvos de infratores

FOTO: Mayara Viana/PC-AM

Milhares de pessoas irão a Parintins (a 369 quilômetros de Manaus) para prestigiar o 55º Festival Folclórico, neste fim de semana. Os momentos de euforia e distração dos torcedores dos bois-bumbás, no entanto, podem acabar tornando-os alvo de infratores, que aproveitam a festividade para praticar roubos e furtos. Em razão disso, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) dá dicas de segurança para agir de forma preventiva contra esses crimes, no período do festival.

O delegado Paulo Benelli, titular da 2ª Seccional Norte e 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), informou que os cuidados devem começar desde o embarque para o município.

“Primeiramente, ao se programar para a viagem, seja aérea ou fluvial, é necessário ter cuidado com as bagagens. Além de evitar objetos de alto valor aquisitivo ou sentimental, o turista não pode descuidar de seus objetos nos locais de embarque e desembarque. Além disso, não deve confiar seus pertences a estranhos. É recomendável confiar somente em funcionários credenciados e sempre exigir documentação desse servidor”, disse o titular.

A autoridade policial alertou ainda sobre o perigo de guardar todos os documentos, cartões de crédito e débito e dinheiro no mesmo lugar.

“Evite andar com todos os documentos. Caso seja necessário ter todos em mão, opte por guardar em lugares diferentes, bem como variar onde coloca os cartões e dinheiro, pois, se ocorrer um desses delitos, não irá perder todos esses bens”, informou Benelli.

O delegado ressaltou um dos principais cuidados durante a festividade, ao estar em aglomerações e andar com objetos de valor em pontos de proteção.

“É preciso ter atenção em locais muito movimentados, com multidões e coisas que tirem o foco, pois é nesse momento que os infratores se aproveitam da distração para subtrair aparelhos celulares, carteiras e dinheiro. Não é bom que esses itens sejam guardados nos bolsos de trás ou fiquem expostos na mão, para não facilitar que sejam puxados”, explicou a autoridade.

Outro ponto importante de prevenção, segundo o titular, é ajustar os valores de transferências bancárias nos aplicativos de banco e anotar o número Identificação Internacional de Equipamento Móvel (Imei) do aparelho celular, que é uma numeração única para cada dispositivo.

“Redefinir valores de transferências bancárias por aplicativo é importante para evitar que, ao ser roubado, o autor do crime não consiga transferir valores. Também reforço que anotar o Imei do celular pode ajudar no registro das ocorrências. Se, após um roubo ou furto esse aparelho for encontrado pelas equipes policiais, por meio desse número, será possível identificá-lo e devolvê-lo à vítima”, informou Benelli.

A autoridade policial ressaltou que as equipes policiais devem ser acionadas imediatamente caso ocorram os delitos, seja nos locais de embarque ou no Bumbódromo.

“As denúncias são importantes para ter esse controle e, principalmente, caso esses itens roubados sejam encontrados, poderão ser devolvidos”, concluiu o delegado.

Registro de Ocorrência

Benelli orienta a quem tenha sido vítima de roubo ou furto no período das festividades que procure a Delegacia Interativa de Polícia (DIP) para registrar Boletim de Ocorrência (BO), a fim de formalizar a denúncia, para que seja dado andamento aos procedimentos cabíveis.

As denúncias também podem ser realizadas na Delegacia Virtual, pelo endereço eletrônico https://delegaciavirtual.sinesp.gov.br/portal/, ou pelo número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here