Foto: Junio Matos/A Crítica

O orçamento da Prefeitura de Manaus para 2020 está estimando em R$6,5 bilhões. O valor é 19% maior que o deste ano. O projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) foi apresentado na tarde de ontem (19.09), durante uma audiência pública, realizada no auditório da Prefeitura, na Zona Oeste da capital.

Do montante, R$ 3,5 bilhões são provenientes de recursos do Tesouro Municipal, e R$ 2,6 bilhões são previstos de repasses constitucionais estaduais e federais como Fundeb, recursos do SUS, operações de crédito e demais fontes, conforme explicou o secretário de Finanças, Lourival Praia.

As três secretarias com maior volume dos repasses são Educação  (Semed), com repasse de  R$1,5 bilhão; Saúde (Semsa), com valor estimado de R$ 976,7 milhões, e  Infraestrutura (Seminf), com estimativa de R$ 670 milhões.

Prioridades 

Praia destaca que nos 15 meses que restam da gestão de Arthur Neto a  Prefeitura vai investir em obras de recapeamento, pacotes de mobilidade urbana, ciclovias, estação de embarque e desembarque e creches.

“Não vamos começar nenhuma obra que a gente não consiga entregar até dezembro de 2020 e esse é o primeiro pressuposto. Estamos investindo na infraestrutura e construção de novas escolas. O maior gargalo hoje é manter a qualidade do serviço, porque o custeio a gente consegue fazer o controle” diz o secretário.

A audiência pública continua amanhã, de 8h às 17h. Depois de consolidar as previsões a Semef deve fechar a mensagem da LOA 2020 e encaminhar à Câmara Municipal de Manaus (CMM). A expectativa da Prefeitura é que a matéria seja aprovada pelos vereadores em dezembro.

Acrítica

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here