Os usos de tecnologias para melhorar a qualidade de vida de pacientes com câncer adotadas por enfermeiros da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) serão apresentados durante o 71º Congresso Brasileiro de Enfermagem (CBEN-2019). O evento ocorre nos dias 11 a 14 de novembro, no Centro de Convenções Vasco Vasquez, localizado na avenida Constantino Nery, nº 5.001, bairro Flores, zona centro-oeste.

Durante o congresso, que tem apoio da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam), serão apresentados outros produtos da Susam que usa tecnologia para melhorar o atendimento aos usuários da rede pública de saúde. É o caso do Sistema de Transferências de Emergências Reguladas (Sister).

“É uma ferramenta, criada por profissionais da Susam, que organizou os processos de transferências de pacientes entre interior e Manaus, entre unidades da capital, e, principalmente, diminuiu o tempo médio de espera pelas remoções”, explica o secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias, que irá apresentar o projeto no evento.

Especialistas – Com o tema “Enfermagem e os sentidos da equidade”, o congresso reunirá especialistas de diversas áreas de atuação do enfermeiro do país e estrangeiros. Paralelamente, também ocorrerão a 12ª Jornada Brasileira Gerontológica (JBEG) e o 5º Seminário Internacional sobre o Trabalho em Enfermagem. O Amazonas volta a sediar o evento após 37 anos.

Conforme a vice-coordenadora de infraestrutura do CBEN, enfermeira Ana Elis Guimarães Araújo, o congresso é o maior da América Latina na área de enfermagem, assim, a proposta deste ano é fomentar novas iniciativas e estratégias que possibilitem o aumento no volume de pesquisas nessa área, ou seja, mais cientistas.

Pesquisas – De acordo com a coordenadora do Departamento de Ensino e Pesquisa (DEP/FCecon), Júlia Mônica Benevides, durante o congresso serão apresentados sete trabalhos desenvolvidos por pesquisadores da unidade hospitalar. Ela cita, por exemplo, a pesquisa “Laserterapia – uma experiência da enfermagem no manejo da dor em paciente da neuro-oncologia”, que tem ajudado na melhoria da qualidade de vida de pacientes em cuidados paliativos.

“Iremos apresentar um relato de uma paciente que tinha dor na face em decorrência da compressão dos nervos, por um tumor cerebral. A tecnologia deu mais qualidade de vida à paciente e aos familiares, pois diminuiu o sofrimento, além dos impactos físicos e emocionais. Essa tecnologia pode ser usada em pacientes com dores e/ou em cuidados paliativos exclusivos”, ressalta Júlia Mônica.

Na FCecon, lembra Júlia Mônica, a laserterapia é utilizada pelos serviços de Odontologia – tratar as lesões orais e as alterações na produção de saliva –; Enfermagem – cuidar das feridas ocasionadas por lesão por pressão; Fisioterapia – estimular os músculos

Presença da FCecon – A enfermeira Júlia Mônica destaca que o congresso conta com a participação de enfermeiros da Fundação na comissão organizadora, exposição de trabalhos científicos, palestras, na mesa-redonda “Conversa com especialistas” e como mediadores na sala de apresentação de trabalhos.

“Esses enfermeiros irão apresentar experiências exitosas de projetos científicos desenvolvidos no âmbito da Fundação, como o ‘Preceptor na formação do discente no curso de bacharelado em Enfermagem, elaborado pelo Gilberto Pinheiro da Silva e pela Maria Glaudimar Almeida”, frisa.

.

.

.

Foto: Luís Mansueto/FCECON

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here