Enfermeira ex-bolsista da FVS-RCP é aprovada em Mestrado de Medicina Tropical UEA/FMT-HVD

Ex-bolsistas da FVS-RCP destacam importância da pesquisa

A enfermeira Geovana Ribeiro Pinheiro, da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), foi aprovada para o Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical (PPGMT) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), realizado em parceria com a Fundação de Medicina Tropical – Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD).

O estudo desenvolvido é a relação entre consumo de pescado e quadro de rabdomiólise, associado à Doença de Haff, em população da Amazônia brasileira. O trabalho será orientado por Vanderson de Souza Sampaio, que atua na FVS-RCP e é pesquisador na FMT-HVD.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, destaca que o estímulo à pesquisa científica fortalece a Vigilância em Saúde do Amazonas. “Anualmente, o nosso Paic (Programa de Apoio à Iniciação Científica) desenvolve pesquisas voltadas a temas da Vigilância em Saúde que são fruto do empenho do Núcleo de Ensino e Pesquisa da instituição e seguimos engajados no incentivo a essas pesquisas”, afirma Tatyana.

Geovana foi bolsista do Paic pela FVS-RCP, que é financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam), e atua no Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde do Amazonas (Cievs/FVS-RCP), pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

O trabalho dela no Paic, um estudo sobre a cadeia de transmissão dos casos emergentes na pandemia de Covid-19 no Amazonas, foi coordenado pelas pesquisadoras Marlúcia Garrido e Leila Alencar, da FVS-RCP, e foi classificado como a melhor pesquisa da edição de 2021 do Paic na instituição, pela coordenação do Núcleo de Ensino e Pesquisa (NPE/FVS-RCP).

Para ela, a experiência que teve no desenvolvimento dos estudos, no último ano de graduação, foi fundamental para obter a experiência de pesquisa científica. “Desenvolver um projeto de pesquisa despertou-me o interesse, a curiosidade, foi onde me vi pesquisadora, o que me abriu os olhos para além da iniciação científica, para o mestrado”, afirma Geovana.

A enfermeira destaca também que o projeto de pesquisa que desenvolveu pelo Paic/FVS-RCP foi uma maneira de ter um maior contato com o meio acadêmico, podendo conhecer mais uma possível área de atuação. “Além de proporcionar experiência e ensinamento, tanto no modo de escrever um trabalho como coletar dados e analisá-los. Pesquisa é ciência, todos os alunos de graduação deveriam ter esta oportunidade”, disse.

Iniciação científica – O Paic desenvolvido na FVS-RCP é resultado de parceria interinstitucional com a Fapeam e visa apoiar, com bolsas institucionais, estudantes de graduação de instituições públicas e privadas do Amazonas, interessados no desenvolvimento de pesquisa científica em vigilância em saúde. Na FVS-RCP, o Paic é coordenado pelo Núcleo de Ensino e Pesquisa (NEP/FVS-RCP).

Referência – A FVS-RCP é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas, que inclui a prevenção de doenças por meio da imunização coordenada, no Amazonas, pelo Programa Nacional de Imunização (PNI/FVS-RCP).

A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Os contatos telefônicos da FVS-RCP são (92) 2129-2500 e 2129-2502.

FOTO: Quézia Pinheiro/FVS-RCP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here