O humorista Whindersson Nunes, fenômeno da internet, suspendeu os shows que iria realizar em Paragominas e Abaetetuba, nos próximos dias 20 e 21, e que já estavam com quase todos os ingressos vendidos, gerando um prejuízo estimado em R$ 140 mil. O motivo é que o artista está com depressão, conta André Felipe Mota, produtor do show em Abaetetuba. Toda a agenda de shows que ele faria no Brasil e no exterior até julho, afirma. O Liberal.com aguarda a confirmação da produção nacional do artista.

Nesta terça-feira, 16, uma equipe da produção nacional de Whindersson visita as duas cidades paraenses para prestar assessoria jurídica aos organizadores locais e organizar a devolução do dinheiro dos ingressos, que ocorrerá no próximo dia 29. O cancelamento dos shows no Pará foram informados aos produtores locais na noite anterior.

“Esse show está com ingressos à venda desde dezembro de 2018. Ele iria acontecer em 20 de janeiro, mas foi adiado porque o Whindersson estava participando da gravação de um filme da MTV. A produção nacional dele me ligou ontem (segunda-feira, 15) para cancelar (não mais adiar). Eu reclamei se não era preconceito com a nossa cidade, que é pequena, mas me explicaram que não, que o Whindersson não quer fazer os shows, que foram canceladas apresentações dele também em São Paulo, Rio de janeiro e Turquia e que ele só vai retomar a agenda de shows em agosto”, conta André.

Na sexta-feira, 12, Whindersson falou que sofria de depressão no perfil pessoal do Twitter: “Fora dali (do palco), eu trocaria qualquer quarto chique de hotel por tomar um café com um amigo”, postou. Ele pediu ajuda e relevou o desejo de fazer terapia.

No site do comediante, as agendas de shows dos próximos meses não aparecem mais, mas somente a partir de agosto.

Em Abaetetuba, o show aconteceria na Arena Prime, local com capacidade para 1.200 pessoas. “Já estávamos com ingressos esgotados para camarotes e área vip e tínhamos notícia de caravanas se organizando para vir ao show, inclusive, de Belém, apesar da queda da ponte (do Moju)”, detalha André, que se preocupa com o descrédito à imagem do artista e dele próprio enquanto profissional.

“Para cancelar é muito complicado. A produção do Whindersson está dando suporte, inclusive, assessoria jurídica. Hoje (terça-feira, 16) uma equipe veio aqui e seguiu para Paragominas. Eles pediram notas dos custos de mídia para a divulgação do show, vão repor as despesas”, detalhou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here