Avião que caiu em Piracicaba passou por vistoria em oficina na segunda

Avião que caiu em Piracicaba (SP) passou pela oficina da TAM Aviação Executiva. Sete pessoas morreram na queda.

A TAM Aviação Executiva confirmou ao Metrópoles que a aeronave King Air 360 prefixo PS-CSM, que caiu após decolagem nesta terça-feira (14/9), em Piracicaba (SP), passou por vistoria em sua oficina de Jundiaí, na segunda (13/9). A empresa não informou qual foi o procedimento adotado, mas negou que o veículo aéreo tenha apresentado problema na hélice. A aeronave saiu de Jundiaí às 18h40 desta segunda-feira, com destino ao aeroporto de Piracicaba.

O avião pertencia ao empresário Celso Silveira Mello Filho, irmão do dono da Cosan, Rubens Ometto. Segundo o Corpo de Bombeiros da cidade, as sete pessoas que estavam a bordo da aeronave morreram no local.

Além do empresário, estavam no avião a mulher dele, Maria Luiza Meneghel, os três filhos do casal, além do piloto e do copiloto. A aeronave King Air 360 caiu em uma área de vegetação natural, na região da Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec), no bairro Santa Rosa.

Situação da aeronave

A aeronave King Air 360, de matrícula PS-CSM, estava com o certificado e a manutenção em dia, de acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB). A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) também informou que a situação de aeronavegabilidade do avião também era normal.

No registro da aeronave, fabricada em 2019 pela Textron Aviation, consta como operadora a CSM Agropecuária. O avião de modelo B200GT tinha capacidade máxima de oito passageiros.

Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here