Time reserva com esses dois, parece desculpa de perdedor

Com uma formação intitulada de reservas, entre eles Vitinho, De Arrascaeta e Everton Ribeiro, trio dos mais valiosos jogadores , o Flamengo encara o Vasco neste sábado, às 19h (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), em choque válido pela terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. O Rubro-Negro lidera o Grupo C com seis pontos e 100% de aproveitamento. Por isso, vai se permitir preservar os titulares, desgastados na vitória de 1 a 0 sobre o San José, na altitude da Bolívia, pela estreia na Copa Libertadores. Além disso, na próxima quarta-feira já tem outro choque pelo torneio continental, com a LDU do Equador.

Com quatro pontos conquistados no Grupo B, o Vasco defende uma invencibilidade na temporada e atravessa um grande momento. O time, que vem de uma vitória de 2 a 0 sobre o Boavista, conquistou a Taça Guanabara, primeiro turno, e está nas semifinais do Estadual. Isso motiva para o clássico.

“Claro que estamos sempre motivados quando os bons resultados aparecem, mas temos a consciência de que as dificuldades serão cada vez maiores e em um clássico o cuidado precisa ser redobrado”, disse o técnico do Vasco, Alberto Valentim.

Apesar da escalação de reservas, o Flamengo sonha em tirar a invencibilidade vascaína. “O Flamengo tem um elenco qualificado e sempre entra em campo com o pensamento de ganhar seus jogos”, disse o técnico Abel Braga.

Independentemente das formações utilizadas pelas duas equipes neste sábado, o “Clássico dos Milhões”, como é conhecido o encontro entre Vasco e Flamengo, sempre mexe com os jogadores envolvidos.

“É um jogo diferente. A gente sabe que se trata de uma partida que a torcida sente bastante. É o jogo que todo mundo quer jogar, um clássico. Todo mundo já foi criança e sonhou em jogar uma partida desse peso no Maracanã. Sobre o adversário, o Flamengo é um time que ainda está buscando entrosamento. É uma equipe individualmente muito forte e vamos fazer o mesmo trabalho do último jogo, priorizando sempre o grupo”, disse o zagueiro vascaíno Leandro Castán.

Em termos de escalação, o Flamengo, mesmo com uma formação de suplentes, ainda contará com nomes de peso, como os meias De Arrascaeta e Everton Ribeiro. Porém, alguns jovens serão usados. Na zaga, por exemplo, Hugo Moura vai compor o setor com Thuler, que só foi reintegrado na quarta-feira após se tratar de uma entorse no tornozelo direito. Rhodolfo, que poderia atuar, vem sendo desfalque devido a dores na panturrilha esquerda.

No ataque, o drama é maior. Isso por que ele não poderá contar com o atacante colombiano Orlando Berrío, que  sofreu uma lesão no reto femoral da coxa esquerda. Além dele, o também atacante colombiano Fernando Uribe, que joga mais centralizado no ataque, pode ser problema, pois vem lutando contra uma entorse no tornozelo direito. Vale lembrar que o jovem Lincoln, revelado nas categorias de base do clube e que estava com a Seleção Brasileira no Campeonato Sul-Americano Sub-20, ficará três meses parado devido a uma lesão na coxa direita. Vítor Gabriel deverá ser titular.

No lado do Vasco Maxi López, recuperado de uma crise de sinusite, entrará na vaga de Ribamar. O esquema com um volante será deixado de lado e Yago Pikachu retornará ao time, provavelmente no posto de Rossi.

FICHA TÉCNICA

VASCO X FLAMENGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 9 de março de 2019 (Sábado)

Horário: 19h(de Brasília)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Thiago Corrêa Farinha (RJ)

VASCO: Fernando Miguel, Raúl Cáceres, Werley, Leandro Castán e Danilo Barcelos; Lucas Mineiro, Yago Pikachu, Bruno César e Thiago Galhardo; Marrony e Maxi López

Técnico: Alberto Valentim

FLAMENGO: César, Rodinei, Thuler, Hugo Moura e Miguel Trauco; Piris da Motta, Ronaldo, Vitinho, De Arrascaeta e Everton Ribeiro; Vítor Gabriel

Técnico: Abel Braga

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here