Ao visitar sua sobrinha que nasceu na Maternidade Balbina Mestrinho em Manaus o governador Wilson Lima ouviu reclamações dos colaboradores das diversas cooperativas médicas que prestam serviço no hospital.

Segundo eles já fazem mais de três meses que os salários não são pagos, entre as empresas está a SEFON. Outros colaboradores que reivindicam salários atrasados são os vigilantes da empresa VISAM.

Wilson Lima disse ao Portal Chumbo Grosso que todos os contratos estão sendo revistos e que o pagamento de janeiro esta garantido. Quanto aos atrasados o Estado fará um parcelamento da divida se por ventura tiver com algumas das prestadoras de serviços.

Reportagem Ronaldo Aleixo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here