Prevenção às queimadas e boas práticas de roçado são temas de oficinas em sete comunidades do interior do AM

Ações foram realizadas, nesta semana, pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e contaram com a parceria do Exército Brasileiro

Conter o avanço das queimadas, na região, passa pelo combate aos crimes ambientais e, também, pela Educação Ambiental. Pensando nisso, sete comunidades situadas em Unidade de Conservação (UC) do Amazonas receberam, nesta semana, oficinas educativas com foco na prevenção de incêndios florestais e boas práticas de roçado. A ação foi realizada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), em parceria com o Exército Brasileiro.

A ação ocorreu de terça-feira (30/06) até esta quinta-feira (02/07), em sete comunidades situadas na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Puranga Conquista – uma das 42 UC’s Estaduais gerenciadas pela Sema. Segundo o secretário de Meio Ambiente, Eduardo Taveira, a parceria entre as ações do Estado e do Governo Federal é determinante no controle ao desmatamento e queimadas no Amazonas.

“Ano passado, o apoio das Forças Armadas no combate às queimadas foi essencial. Conseguimos reduzir em 42% a quantidade de focos de calor no período de vigência da GLO [Garantia da Lei e da Ordem Ambiental]. Neste ano, o Governo do Estado aderiu novamente à GLO e estamos contando com o apoio federal tanto na frente de repressão, com as ações de combate, como na Educação Ambiental”, pontuou.

Receberam as oficinas moradores das comunidades Nova Canaã, Nova Esperança, comunidade indígena Três Unidos, Santa Maria, Bela Vista do Jaraqui, Cipiá e comunidade do Baixote. Segundo o presidente da Associação Mãe da RDS Puranga Conquista, Raimundo Leite, o encontro foi fundamental para fortalecer os trabalhos de proteção às florestas em conjunto com as populações tradicionais.

“Esse tipo de encontro nos dá segurança para que a gente possa trabalhar a ideia de conservação do meio ambiente nas comunidades da nossa Unidade de Conservação e, com isso, também melhorar a qualidade de vida dos comunitários, que são os verdadeiros guardiões da floresta. Mostra que temos grandes parceiros, que atuam não só na repressão, mas para fazer a sensibilização, conscientização e dialogar conosco”, disse.

Para a moradora da Comunidade Bela Vista do Jaraqui, Renata Barbosa, o encontro serviu para fortificar os trabalhos desempenhados pelos agentes ambientais voluntários (AAV) na RDS. “Eu acho que a parceria entre a Sema e o Exército é fundamental na preservação do meio ambiente e no combate às queimadas e desmatamento junto a nós, que somos agentes ambientais. Por mais preparados e capacitados que sejamos, sozinhos não conseguimos. É uma parceria que fortalece”, afirmou.

A importância das Unidades de Conservação e alternativas para a retomada segura das atividades de turismo sustentável também foram pautas das rodas de conversa. A equipe da Sema aproveitou a oportunidade para reforçar as orientações de prevenção à Covid-19 e apresentou os novos trabalhos da Secretaria voltados para o bem-estar animal.

Fotos: Divulgação/Sema

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here