Parlamentares da base aliada de Jair Bolsonaro vão protocolar hoje no Senado um pedido de impeachment de Marco Aurélio Mello, informa a Folha.

A ação é liderada pelos deputados eleitos Filipe Barros e Bia Kicis, que afirmam que o ministro do STF pode ter agido de forma “articulada” com o PT para permitir a liberdade de Lula.

“Nos causou estranheza que, somente 48 minutos após Marco Aurélio dar sua decisão, o PT já protocolou na Justiça Federal do Paraná o pedido para a soltura de Lula”, afirmou Barros.

Fonte: O Antagonista

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here