O eletricista Joarez Pinheiro de Lima, de 35 anos, conhecido como “Branco”, foi preso pela Polícia Civil do Amazonas por matar o bombeiro hidráulico Ivanilson Gonçalves Juvêncio, de 34 anos, no dia 16 de dezembro do ano passado, em frente a residência da vítima, no bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte da capital.

De acordo com o delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a motivação do crime foi banal, pois no dia do delito Joarez e Ivanilson estavam consumindo bebidas alcoólicas quando eles se desentenderam por conta do volume da música que tocava na casa do eletricista.

Após o desentendimento, ambos embriagados, foram discutindo até a casa da vítima e, a poucos metros do local de início da briga, Joarez desferiu uma facada fatal no coração do bombeiro, que morreu no local.

O eletricista fugiu, mas na tarde de ontem se apresentou na sede da DEHS junto com um advogado. Ele prestou depoimento e confessou o crime.

A esposa do bombeiro hidráulico, Rute Nascimento, disse que o marido dela e o suspeito do crime eram amigos há anos, mas que Joarez ficava agressivo quando bebia. Ela, inclusive, já teria feito um boletim de ocorrência contra Joarez por agressão.

Agora, ele foi indiciado por homicídio qualificado e será encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), presídio localizado no Km 8 da rodovia federal BR-174.

Fonte: Portal A Crítica

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here