Indicadores criminais apresentam queda em todas as zonas de Manaus, entre os meses de janeiro e maio de 2024

Entre as principais reduções estão os crimes de homicídios e roubos

FOTOS: Carlos Soares/SSP-AM

O trabalho integrado entre as polícias Militar do Amazonas (PMAM), Civil (PC-AM) e Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), resultou na queda dos indicadores criminais em todas as zonas de Manaus, entre os meses de janeiro e maio de 2024. Os dados foram apresentados às Forças de Segurança, nesta quarta-feira (10/07), durante a 25° edição do Ciclo de Gestão para Desempenho (CGD), realizado pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Um dos indicadores que apresentou redução foi o crime de homicídios, com 16%, assunto que foi o tema do 25º CGD. Mas conforme os dados apresentados pela equipe do Centro Integrado de Estatística de Segurança (Ciesp), entre outros destaques estão a queda de 39% dos casos de roubo ao transporte coletivo, na zona leste e a redução de 33% em roubo a estabelecimento comercial, alcançado na zona norte.

O coordenador do Ciesp, tenente-coronel Rouget Brito, destacou a integração entre a Polícia Militar e a Polícia Civil, associada ao trabalho dos profissionais da Polícia Técnico-Científica, que tem garantido a redução dos indicadores criminais.

“Tivemos na reunião todos aqueles no nível de gestão como comandantes de companhia, delegados seccionais, comandantes de batalhões e perícia técnica-científica. O tema principal foi fortalecer a integração das polícias para enfrentar os homicídios. Nós mostramos cada indicador e debatemos se aquela unidade está dentro da meta esperada e, se o Amazonas está dentro desse caminho de meta para atingir a redução de homicídios, latrocínios, mortes violentas e outros crimes”, explicou o coordenador.

A delegada Marília Campello, adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), ressaltou que a redução dos homicídios no Amazonas e explicou que a queda é fruto do trabalho de integração das Forças de Segurança.

“Houve uma redução nos homicídios no estado do Amazonas, isso incontestavelmente é o resultado da integração das Forças de Segurança. Essa é a diretriz principal da SSP-AM e das polícias Civil e Militar, Bombeiros Militares, Polícias Científicas estão seguindo e, nós pretendemos continuar e fortalecer essa integração para chegar a melhores resultados”, disse a delegada.

DPTC

Com o trabalho importante na resolução nos casos de homicídios, os peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), participaram do CGD abordando a importância dos policiais no local de crime, bem como, a integração que as forças realizam com a perícia.

“Essa integração das forças é primordial para a perícia criminal, porque o primeiro profissional que chega ao local do crime é um policial, então ele tem aquela ação de isolar o local e resguardar até a chegada dos peritos, porque em um local bem preservado, nós conseguimos coletar vestígios com melhor cuidado. Caso contrário, se chegarmos ao local e ele não estiver bem isolado, muitos dos vestígios acabam se perdendo”, frisou o perito criminal João Francisco. 

Destaques

Durante o evento, a zona sul foi apresentada como a que registrou o melhor desempenho, entre eles está a redução nos crimes de homicídios (46%) e roubo de veículos; em seguida, aparece as zonas centro-sul/centro-oeste, onde os destaques foram as quedas de 22% nos roubos a veículos e 51,3% nos casos de homicídios; e a zona leste com a diminuição de 14% dos homicídios, 39% dos roubos a coletivo e 40% nos roubos a comércios.

Boas práticas

Um dos destaques desta edição do CGD é a zona norte de Manaus que obteve redução de 20% em homicídios, 14% em roubos de veículos, 27% em roubos de residência e 32% em roubos a coletivos.

“Nós fizemos alguns planejamentos para que diminuíssem, consideravelmente, os números referentes a homicídios e roubos, através da operação integrada das forças de segurança e por meio da operação Impacto. Nós estamos conseguindo reduzir esses índices, sobretudo nos homicídios”, disse o comandante do Batalhão Norte da PMAM, tenente-coronel Heber Ribeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui