PC-AM apresenta balanço da Operação Interior Mais Seguro, deflagrada em Iranduba

Ação policial contou com apoio da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, por meio da Secretaria Executiva Adjunta de Operações.

Foto: Erlon Rodrigues / PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), apresentou, nesta quinta-feira (21/10), durante coletiva de imprensa realizada na sede da Delegacia Geral, no bairro Dom Pedro, zona centro-oeste, o balanço da Operação Interior Mais Seguro, deflagrada na quarta-feira (20/10), naquele município.

A ação, que contou com apoio da Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), cumpriu 11 mandados de busca e apreensão e seis de prisão pelos crimes de tráfico de drogas, armas e homicídios, em áreas distintas daquela cidade.

A delegada-geral da PC-AM, Emília Ferraz, parabenizou pelo êxito as equipes envolvidas, fundamentais para o resultado positivo da ação. “A operação faz parte de um conjunto de ações que tem como objetivo levar segurança à população do interior do estado. Os resultados foram excepcionais, pois conseguimos tirar das ruas, sete indivíduos de alta periculosidade. Dentre eles, havia um sob suspeita de envolvimento em mais de seis homicídios”, ressaltou.

Também presente na coletiva, o delegado-geral adjunto, Tarson Yuri, saudou as equipes e ressaltou o sucesso nos cumprimentos dos mandados. “Mais uma vez apresentamos excelentes resultados para a população do estado, com as prisões realizadas em Iranduba, após dias de campana policial. Estamos sempre prontos para levar segurança a todos”.

Segundo o delegado Raul Augusto Neto, titular da 31ª DIP, os homicídios estão relacionados a intensa prática de tráfico de drogas e guerra de facções ocorridas entre os meses de julho e setembro deste ano, naquele município.

“Foi um trabalho árduo, decorrente das investigações de tráfico e homicídios que estão ocorrendo com grande frequência no município. Nosso objetivo de cumprir os 11 mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisões, foi completamente exitoso”, explicou a autoridade policial.

Prisões – Ao decorrer da ação, sete pessoas foram presas em cumprimento de mandados de prisão que estavam em aberto pelos crimes de tentativa de homicídio e homicídio. Dentre elas, Luciele Simões de Carvalho, 29, conhecida como “Nana”; Josinei Simões de Carvalho, 23, conhecido como “Cuca”; Arleilton Gonçalves Rodrigues, 35, conhecido como “Dondom” e Josias Ferreira da Silva, 27, conhecido como “Papinha”. Além disso, um adolescente de 17 anos foi apreendido por ato infracional análogo ao crime de homicídio.

O delegado Rafael Montenegro, do Departamento Integrado de Operações Aéreas (Dioa), agradeceu o apoio solicitado e reforçou o trabalho exitoso que é realizado pelas equipes policiais do município.

“Recebi a missão de compor a equipe operacional, utilizando uma aeronave, visto que a região é cercada por matas e igarapés que facilitam as fugas. Vale ressaltar que o apoio aéreo se faz necessário, uma vez que, ao sobrevoarmos as equipes terrestres, conseguimos uma visão ampla, mantendo a segurança das equipes terrestres e localizando os alvos”, enfatizou Montenegro.

Ainda durante a ação policial, as equipes também prenderam, em flagrante, Mayk Sena Lima, 39, conhecido como “Pezão”, por tráfico de drogas; e Emerson Simões de Carvalho, 24, por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido. Com esse último, foram apreendidos um revólver calibre 32 e seis munições intactas.

A operação reúne 65 servidores e conta com o apoio do Departamento de Polícia Metropolitano (DPM), Departamento de Polícia do Interior (DPI), Departamento de Investigação Sobre Narcóticos (Denarc), Delegacia Especializada em Crimes Contra a Fazenda Pública Estadual (DECCFPE) e das delegacias especializadas em Crimes Contra o Consumidor (Decon), Acidentes de Trânsito (Deat), Repressão à Crimes Cibernéticos (DERCC), Apuração de Atos Infracionais (Deaai), Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Crimes Contra Idoso (Decci), Crimes Contra Mulher (Deccm), Roubos, Furtos e Defraudações (DERFV) e Homicídios e Sequestros (DEHS), além dos 20° e 22° Distritos Integrados de Polícia (DIPs).

Procedimentos – Os seis indivíduos presos foram encaminhados ao prédio da unidade policial de Iranduba, onde, ao término dos procedimentos cabíveis, ficarão custodiados à disposição da Justiça.

O adolescente apreendido também ficará à disposição da Justiça, no Centro Socioeducativo (CSE) Dagmar Feitosa, no bairro Alvorada, zona centro-oeste da capital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here