Os soldados do exército Willian Lemos Ferreira, 19, e Thiago Felipe Oliveira, 21, foram presos em flagrante, na noite de terça-feira, após praticarem arrastão em uma praça, na avenida Margarita, no bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus. Além deles, Moisés da Silva, 28, e um adolescente de 17 anos também foram capturados por participação.

A informação consta no relatório do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops). Segundo o documento, o carro com placas clonadas usado nos assaltos pertence ao soldado Thiago. O quarteto efetuou roubo em duas vítimas que estavam na praça e depois fugiram, após uma pessoa desconhecia atirar contra o veículo, que foi atingido por um tiro.

O veículo, modelo Onix, com aros personalizados e farol xênon, foi abandonado pelo bando na rua Rouxinol, no conjunto Renato Souza Pinto, no bairro Cidade Nova. Em seguida, os soldados foram abordados por policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), na avenida Noel Nutels, que logo confessaram os roubos.

Além deles foi apreendido também um adolescente de 17 anos e posteriormente Moisés da Silva, 28. Todos foram conduzidos para o 6º Distrito Integrado de Polícia. Com os soldados foram encontrados os dois celulares das vítimas, além de uma pistola falsa. O delegado, Jeff Mac Donald, afirmou que os militares do EB foram conduzidos ao quartel do Exército.

Todos foram autuados por roubo, adulteração de sinal identificador de veículos e corrupção de menores. O jovem de 17 anos foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI), onde deve ficar a disposição da Justiça. O restante deve ser levado na quinta-feira para uma audiência de custódia, no Fórum Henock Reis.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas informou que os soldados, após serem submetidos aos procedimentos legais pelo delegado, foram entregues para custódia do Exército Brasileiro (7° Batalhão de Polícia do Exército), onde permanecerão à disposição da Justiça.

O Exército Brasileiro destacou que não compactua com procedimentos que ferem princípios éticos e morais, e também que age sempre de forma a preservar o cumprimento das leis e dos regulamentos.

Reportagem Fábio Oliveira – Acritica

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here