FCecon lança manual sobre atividades práticas para estudantes

Publicação é voltado para estudantes e professores de instituições de ensino superior públicas e privadas que utilizam as dependências do hospital para as atividades práticas

Ao todo, são mais de 200 alunos atendidos ao ano pela Diretoria de Ensino e Pesquisa do hospital - Foto: Laís Pompeu / FCecon

A Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), disponibilizou no portal institucional, nesta sexta-feira (05/07), o Manual de Normas e Rotinas de Atividades Práticas de Ensino. A publicação pode ser acessada pelo endereço eletrônico https://www.fcecon.am.gov.br/manual-de-atividades-praticas/.

O manual visa orientar estudantes universitários, de nível técnico e os profissionais formados sobre as formas de estágio e de ingresso na unidade hospitalar, tendo sido elaborado pela Diretoria de Ensino e Pesquisa (DEP). O documento segue as diretrizes estabelecidas pela Lei nº 11.788, de 2008, que dispõe sobre as definições, classificações e relações de estágio.

O manual é voltado para estudantes, professores, preceptores e instituições de ensino superior públicas e privadas que utilizam as dependências do hospital para as atividades práticas. Ao todo, são mais de 200 alunos atendidos ao ano pela DEP.

Conforme a coordenadora do Departamento de Ensino (Depen/FCecon), Leidiane Mendes Cacciola, o manual faz parte das ações voltadas para melhorar o fluxo de atendimento dos estudantes que circulam pela unidade hospitalar. Segundo ela, o manual é um guia com informações sobre visitas técnicas, aulas práticas, estágios curriculares e estágios voluntários (acadêmicos e profissionais).

“Dentre as melhorias, os estudantes poderão realizar todo o processo de solicitação de estágio de forma remota e comparecer ao hospital somente para o credenciamento. Ao final do estágio, os alunos também poderão emitir o certificado de conclusão diretamente pelo site da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), após o prazo de 30 dias do encerramento das atividades práticas”, disse Cacciola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui