Início Eleições 2020 TRE-AM intima Wilson Lima em ação de compras de voto

TRE-AM intima Wilson Lima em ação de compras de voto

O juiz federal Ricardo Sales, auxiliar do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) nas eleições gerais 2018, intimou o governador eleito Wilson Lima (PSC), o vice, Carlos Almeida Filho (PRTB), e o ex-prefeito de Nhamundá Mário Chagas Paulain a prestar esclarecimentos sobre denúncia de compra de votos no município de Nhamundá durante o primeiro turno das eleições.

A representação foi entregue ao TRE-AM no dia 20 de outubro pelos advogados da coligação do então candidato à reeleição Amazonino Mendes (PDT), Yuri Dantas, Marcos Aurelio Choy e Daniel Nogueira.

O processo na íntegra, traz, além das fotos já divulgadas do ex-prefeito com vários santinhos, outros materiais de propaganda de Wilson Lima e valores em espécie num quarto de uma pousada, fotos de Paulain coordenando a campanha do candidato do PSC em Nhamundá, além de recibos que comprovariam a captação ilegal de votos.
B.O

De acordo com o BO (boletim de ocorrência) incluído na peça, Paulain foi flagranteado e preso no dia 7 de outubro, primeiro turno das eleições, num quarto da Pousada Tucunaré.

As autoridades policiais encontraram “amplo material de propaganda dos primeiros dois representados, recibos, uma quantidade expressiva de dinheiro em espécie e – curiosissimamente – duas eleitoras e uma criança escondidas e trancadas no banheiro de sua suíte.”.

O processo também traz fotos de dezenas de recibos com diversos valores, alguns referentes a pagamento de equipe e outros apenas com nome de quem recebeu o valor ou mesmo em branco.
ENTENDA O CASO:

Amazonino denuncia compra de votos e Wilson acusa “

Material de Amazonino

Ainda de acordo com a representação, os advogados de Amazonino argumentam que a bandeira do atual governador também encontrada durante a operação em Nhamundá foi sacada pelo ex-prefeito para que “ficasse ostensivamente visível, numa tentativa de enganar tanto as pessoas que vissem a apreensão quanto a autoridade policial”.

“Fazendo isso, os representados conseguiram confundir a mensagem transmitida por setores da mídia, […] com a falsa mensagem de que havia material de Amazonino Mendes na operação (quando as primeiras imagens mostram claramente que o único candidato a governo beneficiado pelo esquema era Wilson Lima).”

Pedidos
Ante o exposto, a defesa de Amazonino pede, além perícia da Polícia Federal no aparelho celular apreendido durante a operação; a notificação de Wilson, Carlos Almeida e Mário Paulain para apresentarem defesa; audiência com o delegado e investidores da Polícia Civil e outras testemunhas.
E no mérito, “requer que sejam condenados os Representados à cassação do registro ou do diploma e pagamento de multa no seu patamar máximo”.

https://bdcnoticias.com.br/noticia/599/tre-am-intima-wilson-lima-em-acao-de-compras-de-voto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

LEIA TAMBÉM

 5 vítimas da matança em uma residência no Nova Cidade foram velada em uma...

Momentos de dor e desespero tomaram conta, na tarde deste domingo (17), do velório das cinco pessoas mortas na chacina ocorrida na noite deste...

 Impeachment do Ministro que ama soltar bandidos esta pronto para ser encaminhado ao senado

O advogado Modesto Carvalhosa afirmou nesta quinta-feira, 7, que vai ingressar no Senado com pedido de impeachment contra o ministro Gilmar Mendes (conhecido como papai noel dos bandidos), do Supremo Tribunal Federal,...

 Platiny faz homenagem a Projeto de Inclusão Social do TCE e ADEFA

AMAZONAS - Autor da Sessão Especial em homenagem ao Projeto de Inclusão Social de parceria da Associação de Deficientes Físicos do Amazonas (ADEFA) e...

´Cem por cento só confio no meu pai e na minha mãe`, diz Bolsonaro...

O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, é a melhor pessoa para responder sobre a suspeita de que...

¨Confira os detalhes na imagem do apto de pobre do petralha¨- Lula (O Honesto)

BRASIL - Um dos imóveis, um triplex de 215 metros quadrados, pertence à família do ex-presidente Lula. O empreendimento conta com três quartos, cinco banheiros,...
.