Aeronáutica abre licitação para comprar picanha, camarão e salmão o Rio Grande do Sul que espere

No RS nem helicóptero eles tinham disponíveis

31.05.2023 - Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, Comandante da Aeronáutica, Tenente-brigadeiro Marcelo Kanitz Damasceno, durante recepção para o almoço com o Alto-Comando da Aeronáutica. Brasília - DF. Foto: Ricardo Stuckert/PR

A Aeronáutica, por meio do Ministério da Defesa, abriu uma licitação de quase R$ 10 milhões para comprar, entre outros alimentos, itens de luxo como camarão, filé de salmão, picanha e até perus inteiros.

Os alimentos serão adquiridos para abastecer o Grupamento de Apoio de Belém e as unidades apoiadas. No total, o FAB estima gastar exatos R$ 9,96 milhões com a compra.

Ao todo, a licitação prevê a compra de 62 itens. Só na compra de camarão branco seco, de tamanho médio, deverão ser gastos R$ 178,7 mil, com parte da compra sendo reservada para microempreendores e cooperativas.

Já em picanha, a licitação prevê um gasto de R$ 109,8 mil. Filés de salmão, por sua vez, custarão R$ 103,6 mil. A previsão do gasto com perus inteiros é de R$ 23,8 mil e com Chesters, de R$ 44,3 mil.

A licitação ainda prevê a compra de carnes menos nobres como coxas e sobrecoxas de frango, coxão mole e coxão duro, almondegas, lagarto, alcatra, vísceras e filé de pescado.

Veja alguns itens que a Aeronáutica prevê na licitação:

  • Camarão seco tamanho M (médio) com cabeça e casca: R$ 178,7 mil
  • Carne bovina desossada tipo picanha congelada: R$ 109,8 mil
  • Filé de salmão congelado, com pele: R$ 103,6 mil
  • Peru inteiro temperado congelado: R$ 23,8 mil
  • Chester congelado: R$ 44,3 mil
  • Carne bovina desossada tipo coxão mole (chã) congelada : R$ 1,1 milhão
  • Carne bovina desossada tipo alcatra congelada: R$ 1,2 milhão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui